Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Belo Monte poderá gerar 1.800 MWh médios a menos em 2022 após decisão judicial

18/06/2021 - 19:29
Belo Monte
O acordo entre as partes garantia o desvio de 80% das águas do rio Xingu para as turbinas da usina (Imagem: REUTERS/Paulo Santos)

A hidrelétrica Belo Monte, no rio Xingu (PA), poderá ter uma perda de 1.800 MWh médios em 2022, chegando a 6.000 MWh médios em fevereiro e em março, caso se mantenha decisão judicial desta sexta-feira, que reduz a vazão da usina para a geração de energia, informou a sua concessionária Norte Energia em comunicado.

O cenário ocorre em um momento em que o governo tem lançado mão de diversas medidas para garantir o abastecimento de eletricidade do país, diante de uma grave crise hídrica nos reservatórios do Sudeste.

A queda de geração, frisou a companhia, poderá deixar de contribuir ainda com cerca de 7,5% dos reservatórios do Sistema Interligado Nacional (SIN) no próximo ano.

Na decisão, a Justiça acatou pedidos de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal, cancelando um acordo entre a Norte Energia e o órgão ambiental federal Ibama em fevereiro.

O acordo entre as partes garantia o desvio de 80% das águas do rio Xingu para as turbinas da usina, segundo o MPF.

“A redução de geração da UHE Belo Monte provocado por este hidrograma representará um agravamento de cerca de 3,2% do GSF (risco hidrológico), e perdas estimadas para o Sistema Interligado Nacional (SIN) da ordem de 3,5 bilhões de reais”, afirmou a empresa no comunicado.

A Norte Energia informou que ainda não foi notificada oficialmente da decisão, mas que tomará as medidas cabíveis.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 18/06/2021 - 19:29

Pela Web