Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Biden e Merkel prometem frente comum para lidar com Rússia e China

15/07/2021 - 20:20
Biden, Merkel
Estamos juntos e continuaremos juntos para defender nossos aliados do flanco leste na Otan contra as agressões da Rússia”, disse Biden (Imagem: REUTERS/Tom Brenner)

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e a chanceler alemã, Angela Merkel, prometeram nesta quinta-feira trabalhar em conjunto para se defenderem das agressões da Rússia e se posicionarem contra ações antidemocráticas da China.

Biden disse que reiterou suas preocupações sobre a construção do gasoduto Nord Stream 2 entre Rússia e Alemanha sob o Mar Báltico, mas ele e Merkel estão unidos na crença de que a Rússia não deve utilizar a questão energética como uma arma.

“Estamos juntos e continuaremos juntos para defender nossos aliados do flanco leste na Otan contra as agressões da Rússia”, disse Biden em uma entrevista coletiva conjunta ao lado de Merkel.

O democrata afirmou que os dois países irão defender os princípios democráticos e direitos universais quando virem a China ou qualquer outro país trabalhando para prejudicar uma sociedade livre e aberta.

Os Estados Unidos e a Alemanha são importantes aliados na Otan, mas a relação vinha sofrendo sob o governo do ex-presidente Donald Trump. Biden e Merkel já se conheciam e trabalharam juntos lado a lado por anos. Ambos prometeram fortalecer os laços entre os dois países daqui em diante.

O governo de Washington teme que o gasoduto Nord Stream 2 irá afetar a Ucrânia e aumentar a dependência europeia do gás natural russo.

Os Estados Unidos querem encontrar maneiras para que a Rússia não utilize o gasoduto para prejudicar a Ucrânia ou outros aliados na Europa oriental.

O projeto de 11 bilhões de dólares, que deve ser finalizado em setembro, irá contornar a Ucrânia, aliada dos EUA na região, potencialmente privando o país de valorosas taxas de passagem.

A Alemanha e os Estados Unidos discordam sobre as possibilidades de parcerias com a China em projetos comerciais, sobre a quebra temporária de patentes com o objetivo de acelerar a produção global de vacinas contra a Covid-19 e em relação às atuais restrições a europeus em viagens para os Estados Unidos.

Biden, de 78 anos, e Merkel, de 66, estão de acordo em uma série de assuntos mais amplos, e ambos querem fortalecer a relação transatlântica que tanto sofreu com as frequentes críticas do ex-presidente Trump aos aliados mais próximos dos EUA.

“A cooperação entre Estados Unidos e Alemanha é forte e esperamos continuar assim, e estou confiante de que iremos”, disse Biden enquanto começava a reunião que durou mais de uma hora. O presidente falou que Merkel já havia estado no Salão Oval da Casa Branca muitas vezes e a chamou de “uma grande amiga, uma amiga pessoal, e uma amiga dos Estados Unidos”.

“Eu valorizo a amizade”, disse Merkel, a primeira líder europeia a visitar Biden na Casa Branca, ressaltando o papel dos americanos na construção de uma Alemanha livre e democrática após a Segunda Guerra Mundial.

Os dois líderes não terão muito tempo para trabalhar juntos e fortalecer os laços entre a maior e a quarta maior economias do mundo.

Merkel, chanceler desde 2005, planeja deixar o governo alemão após as eleições nacionais em setembro. As pesquisas mostram que seu Partido Democrata Cristão deve liderar a formação de um novo governo após as eleições, mas ainda não está claro quais partidos seriam incluídos na coalizão.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 15/07/2021 - 20:20

Cotações Crypto
Pela Web