Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Bilhões à vista: Petrobras sobe com expectativa para votação da cessão onerosa

22/11/2018 - 11:52

Por Investing.com – Uma das grandes expectativas dos investidores para o final do governo de Michel Temer á a votação no Senado Federal do projeto que trata da questão da cessão onerosa, que pode acontecer até a próxima quarta-feira (28), mas ainda permanecem muitas incertezas sobre o tema. Diante disso, as ações da Petrobras (PETR4) registram valorização de 0,40%, negociadas a R$ 25,27.

Itaú BBA troca duas ações em carteira Top 5

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), afirmou ontem que, se houver consenso, poderá colocar em votação até a próxima quarta-feira o projeto de lei que tratada da cessão onerosa no pré-sal, que poderia viabilizar um leilão de áreas de petróleo no qual a União arrecadaria bilhões de reais.

“A chamada cessão onerosa está na pauta. Se houver entendimento, podemos votar até na próxima quarta-feira”, disse a jornalistas após reunião com governadores do Nordeste –atuais e recém-eleitos.

O projeto de lei deve viabilizar o leilão do petróleo excedente na área da cessão onerosa, cujo contrato original foi assinado com a Petrobras. A estatal tem, por contrato, direito de explorar até 5 bilhões de barris de óleo equivalente na área do pré-sal. Mas a região tem muito mais do que este volume.

Com a possível venda do excedente para petroleiras em um leilão, a expectativa é de que a União poderia arrecadar até 130 bilhões de reais, conforme o próprio Eunício falou anteriormente.

Para a Mirae Asset, a notícia é positiva e, se realmente for aprovado, deve dar um novo impulso para as ações da petrolífera brasileira. A corretora segue recomendando a compra, com upside de 20%.

Acordo

Já corria um acordo fechado entre lideranças para aprovar o projeto como está, fiado na aprovação de uma outra proposta com os percentuais de divisão do Fundo Social para os entes federados na Câmara.

Senadores aprovariam o texto da cessão onerosa da forma que está e a Câmara aprovaria a repartição dos recursos.

Mas a posterior sinalização da equipe do novo governo para a divisão de recursos dos bônus de assinatura do leilão para Estados e municípios acabou embolando as negociações.

O futuro governo se comprometeu a cumprir a palavra e dividir esses recursos, sem a necessidade de uma formalização do trato durante a votação do projeto. Mas senadores não se demoraram a resgatar emendas que destinam parcela dos bônus para os entes federados.

O presidente do Senado deve se reunir ainda nesta quarta-feira com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, e com o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, para discutir o tema.

Com Reuters.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Gustavo Kahil - 22/11/2018 - 11:52

Cotações Crypto
Pela Web