AgroTimes

Boa Safra (SOJA3) anuncia pagamento de R$ 95 milhões em JCP; saiba quando receber

16 dez 2023, 11:21 - atualizado em 16 dez 2023, 11:21
boa safra jcp
Terão direito aos JCP declarados as pessoas inscritas como acionistas da Boa Safra na data-base de 20 de dezembro de 2023 (Imagem: Divulgação)

A Boa Safra (SOJA3) anunciou na noite desta sexta-feira (15) o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP), referentes a 2023, 2022 e 2021, no montante total de R$ 95,4 milhões.

Dessa maneira, será pago aos acionistas o equivalente a R$ 0,8144078411 por ação. Por outro lado, em valor líquido, será pago R$ 81,09 milhões, correspondendo por R$ 0,6922466649 por ação.

O pagamento destes juros sobre capital próprio está sujeito à incidência de 15% de imposto de renda na fonte, exceto para os acionistas que comprovarem ser imunes ou isentos.

  • Eletrobras (ELET6), Alupar (ALUP11) e outras vão a disputa em leilão de transmissão; qual das ações é a mais recomendada para aproveitar o momento? Confira em qual delas investir no Giro do Mercado desta sexta-feira (15), é só clicar aqui:

Terão direito aos JCP declarados as pessoas inscritas como acionistas da Boa Safra na data-base de 20 de dezembro de 2023, respeitadas as negociações realizadas até essa data, inclusive, sendo que as ações de emissão da  companhia passarão a ser negociadas ex-juros sobre capital próprio a partir de 21 de dezembro de 2023, inclusive.

Dito isso, o pagamento será realizado até 4 de janeiro de 2024 e não haverá atualização monetária ou incidência de juros entre a data de declaração dos juros sobre capital próprio e a data do efetivo pagamento.

Confira o comunicado da Boa Safra na íntegra:

Repórter
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil, que cobre o ciclo da oleaginosa do plantio à colheita, e do Agro em Campo, programa exibido durante a Copa do Mundo do Catar e que buscava mostrar as conexões entre o futebol e o agronegócio.
Linkedin
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil, que cobre o ciclo da oleaginosa do plantio à colheita, e do Agro em Campo, programa exibido durante a Copa do Mundo do Catar e que buscava mostrar as conexões entre o futebol e o agronegócio.
Linkedin