Eleições

Bolsonaro diz que venceu com 51% dos votos e pede anulação de urnas; veja o relatório completo

22 nov 2022, 19:12 - atualizado em 25 nov 2022, 12:43
Eleições 2022
(Imagem: Jeso Carneiro/Flickr)

O Partido Liberal apresentou nesta terça-feira (22) uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a anulação de parte das urnas eletrônicas utilizadas no segundo turno das eleições presidenciais alegando “mau funcionamento” do equipamento.

O pedido se baseia em um relatório produzido pelo Instituto Voto Legal à pedido do PL sobre o funcionamento das urnas eletrônicas e o processo de contabilização e apuração dos votos.

O documento estaria “apontando inconsistências graves e insanáveis acerca do funcionamento de uma parte das urnas eletrônicas utilizadas no pleito eleitoral de 2022, que precisam ser devidamente analisadas e solucionadas, com as consequências devidas, por essa e. Corte Superior Eleitoral”.

Segundo o relatório, foram encontrados problemas nos Log de Urna de 5 modelos utilizados nas eleições. Log são, basicamente, os registros e históricos de atividades das urnas eletrônicos.

A auditoria aponta que os modelos apresentavam o mesmo número de Log, o que impossibilitaria a realização de uma verificação detalhada.

“A identificação de forma única e não repetitiva de cada arquivo LOG tem importância fundamental e é imprescindível para vincular cada arquivo LOG à sua respectiva urna física”, diz o documento.

O problema teria ocorrido em 279.336 urnas, cerca de 59% dos equipamentos utilizados na eleição, e que, segundo levantamento também feito pela auditoria, teriam dado vitória à Lula com 53% dos votos. Já no restante das urnas, segundo o levantamento feito pelo partido de Bolsonaro, o atual presidente teria vencido com 51% dos votos.

Veja a íntegra do pedido feito pelo PL ao TSE

Resposta de Alexandre de Moraes

Em resposta à petição apresentada pelo PL nesta terça-feira, Alexandre de Moraes, presidente do TSE, determinou que o partido apresente em 24 horas um pedido de anulação que englobe o primeiro e o segundo turno com as auditorias completas das duas votações. No documento encaminhado pelo partido ao tribunal consta apenas o pedido de verificação nos dados do segundo turno.

Siga o Money Times no Facebook!

Conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Clique aqui e comece a seguir a página do Money Times no Facebook!

Editor
Formado em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, é editor de política, macroeconomia e Brasil do Money Times. Com passagens pelas redações de SBT, Record, UOL e CNN Brasil, atuou como produtor, repórter e editor.
Linkedin
Formado em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, é editor de política, macroeconomia e Brasil do Money Times. Com passagens pelas redações de SBT, Record, UOL e CNN Brasil, atuou como produtor, repórter e editor.
Linkedin