Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Bom balanço prova que Taesa era uma bola cantada, mas hora de comprar a ação já passou

13/08/2020 - 16:08
Taesa Setor Elétrico Empresas
Sem sair da linha: resultados já etão incorporados à ação da Taesa (Imagem: Facebook da Taesa)

A Taesa (TAEE11) cumpriu o esperado e apresentou resultados robustos no segundo trimestre. O lucro líquido, por exemplo, saltou 42% na comparação com um ano atrás, e somou R$ 437,8 milhões. A receita líquida, R$ 755,7 milhões, foi 76,8% maior.

Considerada uma ação defensiva, por atuar num segmento de receita garantida e previsível, a Taesa, contudo, não empolgou os analistas.

O motivo é que, embora positivos, os resultados já estavam praticamente incorporados ao valor das ações. A XP Investimentos elogiou o balanço e a distribuição de dividendos em “patamares elevados”, o que comprova “o forte potencial de geração de caixa da companhia e o menor perfil de risco do setor de transmissão de energia.”

A questão é que essas qualidades da Taesa já são conhecida e, portanto, já sustentam o desempenho melhor de suas ações, na comparação com o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira. Por isso, a XP manteve a recomendação neutra para as units da companhia, com preço-alvo de R$ 30.

Em linha reta

João Pimentel e Filipe Andrade vão na mesma linha, no relatório que assinam para o BTG Pactual (BPAC11). A dupla observa que os números vieram dentro do esperado. No começo de julho, o banco realizou uma teleconferência com Cristiano Grangeiro, diretor de Relações com Investidores da Taesa.

Na ocasião, o executivo detalhou o cronograma da construção de linhas de transmissão. Segundo o banco, os números divulgados hoje confirmam a visão positiva com que os analistas saíram da conversa com Grangeiro.

Mas, assim como a XP Investimentos, o BTG Pactual também manteve a recomendação neutra para os papéis, com preço-alvo de R$ 30 para os próximo 12 meses.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 13/08/2020 - 16:08