Vagas de emprego

Brasil está entre os 10 países com mais dificuldades em preencher vagas de trabalho

20 jun 2022, 19:26 - atualizado em 20 jun 2022, 19:26
Vaga de trabalho
Mercado financeiro lidera em escassez de talentos no Brasil (Imagem: Shutterstock)

O Brasil é o nono país com mais dificuldade em preencher vagas de trabalho que exigem qualificação, mostra levantamento feito pela consultoria de recursos humanos ManpowerGroup, que ouviu mais de 40 mil empregadores em 40 países e territórios.

Segundo a pesquisa, o País superou a média global de escassez e atingiu 81% em 2022, 10 pontos percentuais a mais que o relatado por empregadores no ano anterior.

No mundo, o índice de escassez global de talentos atingiu 75% — o maior nível em 16 anos. O dado representa um aumento de seis pontos percentuais em relação a 2021 e quase o dobro do que foi relatado em 2015.

“A escassez de talentos é um dos maiores — se não o maior — gargalo das organizações que desejam prosperar”, conta Wilma Dal Col, diretora de gestão estratégica de pessoas no ManpowerGroup. “Em um cenário de avanço digital, as competências humanas ganham cada vez mais destaque, pois são elas que impulsionam os negócios”, finaliza.

Confira os 10 países com maior dificuldade em preencher vagas de trabalho:

  1. Taiwan 88%
  2. Portugal 85%
  3. Singapura 84%
  4. China 83%
  5. Hong Kong 83%
  6. Índia 83%
  7. Romênia 82%
  8. Austrália 81%
  9. Brasil 81%
  10. Espanha 80%

Área financeira lidera em escassez de talentos no Brasil

O levantamento da consultoria também analisou a escassez de mão de obra qualificada por setores e porte de empresas, além de mensurar os segmentos que mais demandam talentos.

Por porte de empresa, o estudo mostra que há pouca variação no desafio de preencher vagas. Segundo os dados, as de grande porte precisam se esforçar um pouco menos que as demais, mas ainda registram um alto índice de escassez, de 80%. Já as micro, são as que enfrentam mais dificuldades com 85%.

Os cinco segmentos em que há mais demanda por talentos, segundo os empregadores brasileiros são:

  • Tecnologia da informação e dados com 40%
  • Atendimento ao cliente e front office, 32%
  • Logística e operações, 23%
  • Marketing e vendas, 21%
  • Administração e apoio ao escritório, 21%

Enquanto que os setores que mais registram dificuldade em encontrar talentos são:

  • Banco e finanças, com 86%
  • TI, tecnologia e indústria, 84%
  • Educação, saúde e governo, 80%
  • Atacado e varejo, 79%
  • Construção, 76%

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!

Disclaimer

Money Times publica matérias informativas, de caráter jornalístico. Essa publicação não constitui uma recomendação de investimento.

Repórter
Jornalista formado pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), com extensão em jornalismo econômico pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Colaborou com Estadão, Band TV, Agência Mural, entre outros.
Twitter Linkedin
Jornalista formado pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), com extensão em jornalismo econômico pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Colaborou com Estadão, Band TV, Agência Mural, entre outros.
Twitter Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.