Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Brasil inaugura base na Antártida com 17 laboratórios e heliporto

16/01/2020 - 9:26
Antártida Brasil Marinha Ciência e Tecnologia
Nova instalação de 4.500 metros quadrados é maior e mais segura que a anterior (Imagem: Facebook/Marinha do Brasil)

O vice-presidente Hamilton Mourão inaugurou na quarta-feira uma nova base brasileira na Antártida, construída pela companhia China National Import & Export Corp (Ceiec) para substituir uma estação de pesquisa que foi destruída por um incêndio há quase 7 anos.

“O Brasil está de volta na Antártida com grande força”, tuitou o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, em uma mensagem a partir da base Comandante Ferraz, na ilha de Rei Jorge, na Antártida.

Pontes, único astronauta brasileiro, disse que a nova instalação de 4.500 metros quadrados é maior e mais segura que a anterior, com 17 laboratórios, um heliporto e outros avanços. Cientistas vão usar a base para estudar microbiologia, geleiras e o clima, entre outras áreas.

O programa brasileiro na Antártida teve início em 1982, quando a Marinha adquiriu um quebra-gelo dinamarquês e fez sua primeira expedição, apressando-se para fazer parte do Tratado da Antártida, que decidiria o futuro do continente.

No entanto, o programa sofreu um contratempo em 2012 quando uma explosão na casa de máquinas provocou um incêndio que matou duas autoridades navais e destruiu 70% da instalação.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Com sede em Pequim, a estatal Ceiec foi escolhida em 2015 para construir a nova estação, que poderá abrigar 65 pessoas.

Última atualização por Lucas Simões - 16/01/2020 - 9:27