Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Brasil tem 30 milhões de doses de vacinas contra Covid asseguradas em abril, diz ministro

03/04/2021 - 13:38
Vacinas
Neste sábado, o ministro confirmou o número de 30 milhões e reiterou a meta de vacinar 1 milhão de pessoas por dia (Imagem: REUTERS/Yves Herman)

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou neste sábado que o Brasil tem 30 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 asseguradas para abril que serão fornecidas pelo Instituto Butantan e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o que permitirá ao país cumprir a meta de vacinar 1 milhão de pessoas por dia.

Queiroga havia afirmado na quarta-feira que Butantan e Fiocruz entregariam um número menor de vacinas este mês devido a atrasos, mas os dois fabricantes de imunizantes negaram problemas no cronograma para abril.

Neste sábado, o ministro confirmou o número de 30 milhões e reiterou a meta de vacinar 1 milhão de pessoas por dia.

“Primeiro objetivo é que em abril consigamos prosseguir todos os dias com esse 1 milhão de doses. Para tanto, notemos que a Fundação Oswaldo Cruz e o Instituto Butantan nos asseguram 30 milhões de doses no mês de abril”, disse Queiroga a repórteres, após participar de reunião virtual com o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Abrão Filho aumenta 135% sua receita em 2021

“Trinta milhões de doses já temos certas, isso garante que a meta de 1 milhão de pessoas por dia será cumprida”, acrescentou.

O ministro citou levantamento de um consórcio de veículos de imprensa que apontou que o Brasil vacinou mais de 1 milhão de pessoas na quinta-feira, totalizando mais de 18,8 milhões de pessoas vacinadas com a primeira dose no país — o equivalente a 8,9% da população.

Os dados oficiais do ministério, que sofrem com um atraso no registro dos municípios, apontam que 16,1 milhões de pessoas receberam a primeira dose, o que equivale a 7,6 da população.

O ministro disse que a reunião com a OMS tratou sobre a possibilidade de antecipação do envio de doses de vacinas ao Brasil por meio do consórcio Covax, que é coliderado pela OMS.

Apesar de ter 30 milhões de doses asseguradas este mês, o número é inferior ao que havia sido prometido pelo governo, uma vez que a Anvisa recusou pedido do ministério para importar 8 milhões de doses da vacina indiana Covaxin, após o fabricante Bharat Biotech não ter obtido certificado de boas práticas de fabricação da agência reguladora. O ministério havia incluído a vacina nos cálculos, mesmo sem nenhuma garantia de aprovação regulatória.

Queiroga também reiterou a importação das medidas que evitam a circulação do vírus, ao contrário do defendido pelo presidente Jair Bolsonaro, que voltou a criticar neste sábado o fechamento de atividades econômicas por governadores.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 03/04/2021 - 13:38

Pela Web