Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Braskem tem nova sessão de alta; valorização no ano se aproxima dos 15%

09/01/2020 - 12:28
Braskem
A Braskem tem R$ 13,2 bilhões em caixa para realizar gestão de passivos, além de apenas R$ 2,8 bilhões em dívida de curto prazo (Imagem: Instagram)

Na manhã desta quinta-feira as ações da Braskem (BRKM5) voltam a registrar importante valorização, em um cenário no qual os investidores mostram otimismo com os papéis da companhia.

Pesam a favor deste movimento o acordo fechado no caso da exploração de sal-gema em Alagoas e a avaliação da agência de classificação de riscos Moody’s que considera positivo esse acordo para o perfil de crédito.

Assim, por volta das 12h26, os ativos avançavam 4,63% a R$ 35,74, sendo que desde o início do ano, até a sessão de ontem, os ganhos acumulados são de 14,44%.

Em nota divulgada na quarta-feira, a Moody’s destaca que entende que o acordo é importante por reduzir os riscos para a liquidez da empresa e afasta novos processos.

A avalição é que a petroquímica tem condições de arcar com os custos de remoção das famílias e fechamento de alguns poços, avaliado em R$ 2,7 bilhões.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A agência destaca que a Braskem tem R$ 13,2 bilhões em caixa para realizar gestão de passivos, além de apenas R$ 2,8 bilhões em dívida de curto prazo. O acordo prevê também a liberação de R$ 3,7 bilhões da empresa que estavam bloqueados por decisão judicial.

No começo do ano, a Braskem assinou um termo de acordo com a Defensoria Pública do Estado de Alagoas, o Ministério Público Federal, o Ministério Público do Estado de Alagoas e a Defensoria Pública da União, para apoio na desocupação e compensação de moradores de áreas de risco localizadas nos bairros Mutange, Bom Parto, Pinheiro e Bebedouro, em Maceió, Alagoas, e definidas no referido acordo, que será submetido à homologação judicial.

A estimativa preliminar da companhia é que o programa de apoio à desocupação previsto neste termo de acordo e nas áreas anunciadas anteriormente envolva cerca de 17 mil pessoas.

Assim, a petroquímica avalia os valores a serem reconhecidos como provisões e estima aproximadamente R$ 1,7 bilhão referente à implementação do Programa de Compensação Financeira e Apoio à Realocação; e R$ 1 bilhão referente às ações necessárias para fechamento de determinados poços de sal.

Última atualização por Rafael Borges - 09/01/2020 - 12:31

Visto do Reino Unido? Só para “os mais brilhantes do mundo”