Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Lançamentos e compra de terrenos impulsionam Tecnisa, diz BTG Pactual

18/12/2019 - 18:08
A equipe destaca ainda que desde a oferta subsequente, a Tecnisa comprou R$ 327 milhões em landbank em termos atrativos  (Imagem: Facebook Tecnisa)

O BTG Pactual (BPAC11) esteve reunido com a diretoria da Tecnisa (TCSA3) para discutir as perspectivas da empresa.

No geral, os executivos otimistas, pois a companhia está comprando terrenos em termos atraentes (margem bruta de 37 a 38%), esperando o crescimento dos lançamentos (aproximadamente R$ 1,0 bilhão em 2020).

Com isso, os analistas reiteraram a recomendação de compra com alvo em R$ 2,00.

Outro ponto positivo está para as vendas dos estoques e a venda de terrenos não essenciais, que deve impulsionar o FCF.

A equipe destaca ainda que desde a oferta subsequente, a Tecnisa comprou R$ 327 milhões em landbank em termos atrativos (com margem bruta de 37-38%) e está negociando a aquisição de outro cerca de R$ 750 milhões em landbank.

O relatório do banco aponta ainda que a empresa planeja lançar R$ 1 bilhão de forma recorrente, sendo R$ 600 milhões em projetos de médio/alto padrão em São Paulo mais R$ 400 milhões no projeto Jardim das Perdizes em 2020 (que possui uma boa margem de cerca de 50%, mesmo sem uma possível alteração nas regras de zoneamento, o que aumentaria ainda mais as margens).

tecnisa
A Tecnisa também planeja manter as despesas de SG&A sob controle (baixo crescimento ano/ano para apoiar lançamentos mais altos)

Os analistas destacam que as vendas dos estoques estão melhorando e a empresa está procurando compradores para seu banco de terrenos não essenciais fora de São Paulo, o que poderia ajudar a geração de FCF no curto prazo (a dívida líquida está atualmente zero), enquanto eles compram mais áreas em São Paulo.

A Tecnisa também planeja manter as despesas de SG&A sob controle (baixo crescimento ano/ano para apoiar lançamentos mais altos), à medida que a empresa implementou um novo programa de compartilhamento fantasma para alinhar a gestão no longo prazo.

A reunião reforçou a visão do BTG de que a Tecnisa aumentará os lançamentos (à medida que compram terrenos) e melhorará os retornos (a margem de novos projetos é muito maior que a do estoque).

Embora os resultados de curto prazo possam permanecer fracos, devido à falta de lançamentos nos últimos três anos, a equipe espera que o resultado da Tecnisa melhore muito no médio prazo, e a avaliação seja atrativa em 1,4x P/TBV.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Renan Dantas - 18/12/2019 - 18:54