Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Burger King tem prejuízo de R$ 186,7 milhões no 2º trimestre

06/08/2020 - 19:41
Burger King BKBR3
O desempenho no trimestre foi altamente prejudicado pela pandemia de covid-19, que forçou o fechamento dos restaurantes da empresa a partir da segunda quinzena de março (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

O Burger King Brasil (BKBR3) agravou o prejuízo líquido no segundo trimestre de 2020, de acordo com o balanço divulgado pela companhia nesta quinta-feira (6). O montante negativo, que estava em R$ 600 mil no mesmo intervalo do ano passado, saltou para R$ 186,7 milhões.

A receita operacional líquida retraiu 56,7%, encerrando em R$ 292,7 milhões. O Ebitda ajustado passou dos R$ 95,1 milhões positivos para um saldo negativo de R$ 92 milhões.

O desempenho foi altamente prejudicado pela pandemia de covid-19, que forçou o fechamento dos restaurantes da empresa a partir da segunda quinzena de março. As restrições de abertura se estenderam parcialmente para abril e maio, o que fez com que o Burger King adotasse novas iniciativas e formatos para manter o funcionamento das operações.

“No decorrer do trimestre, com o resultado de nossas iniciativas, tanto em drive thru e delivery quanto em reabertura de restaurantes, conseguimos crescer consistentemente nossos patamares de vendas versus o período pré-pandemia”, disse a companhia. “Com a retomada das nossas operações para 75% dos restaurantes abertos, conseguimos chegar ao fim de junho com uma venda próxima de 55% do período pré-covid”.

O Burger King encerrou o trimestre com 909 restaurantes e um fechamento líquido de quatro lojas (uma abertura e cinco fechamentos).

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Bruno Andrade - 06/08/2020 - 21:59