Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Butantan aceita vender lote adicional de 30 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde

03/03/2021 - 14:44
Dimas Covas
Sobre a venda do lote adicional ao ministério, Covas afirmou que falta apenas a formalização do contrato (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

O Instituto Butantan concordou em vender um lote adicional de 30 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra Covid-19 do laboratório chinês Sinovac, ao Ministério da Saúde e também já encomendou à companhia chinesa 20 milhões de doses a mais que serão usadas somente no Estado de São Paulo, disse o presidente do instituto, Dimas Covas, nesta quarta-feira.

Sobre a venda do lote adicional ao ministério, Covas afirmou que falta apenas a formalização do contrato, já que o Butantan quer alterar o acordo em relação aos documentos anteriores que já garantiram a venda de 100 milhões de doses da CoronaVac à pasta, a serem entregues até agosto.

“Com relação a essas 30 milhões de doses adicionais, já houve a concordância que o Butantan vai fornecer e neste momento estamos trabalhando na questão dos contratos. Houve uma solicitação por parte do Butantan que houvesse uma modificação na forma das exigências do contrato, e isso está em andamento”, disse Covas durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

O Butantan quer retirar do novo acordo cláusulas previstas nos documentos anteriores que davam exclusividade ao Ministério da Saúde.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse em entrevista à Reuters no mês passado que autorizou o Butantan a adquirir mais 20 milhões de doses da CoronaVac a serem usadas somente no Estado. Nesta quarta, o presidente do Butantan disse que a encomenda já foi feita.

Doria também já manifestou interesse de comprar, somente para o Estado de São Paulo, 20 milhões de doses da vacina russa Sputnik V e do imunizante desenvolvido em conjunto pela norte-americana Pfizer com a alemã BioNTech.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Bruno Andrade - 03/03/2021 - 18:38