Café, suco de laranja e açúcar (menos) testam ainda apostas contra impacto das geadas

02/08/2021 - 9:11
Laranja foi um das culturas atingidas pela onda de frio, mas como café e a cana ainda paira dúvidas sobre os prejuízos reais (AgriPlanning)

Nesta parte da segunda-feira (2) com os negócios de soft commodities na bolsa de derivativos de Nova York (ICE Futures), os movimentos estão sendo marcados com apostas contra prejuízos possivelmente mais reduzidos das geadas no Brasil.

Até que os levantamentos de campo produzam resultados concretos, predominam as incertezas sobre o impacto nos cafezais, laranjais e cana, ainda que todas as culturas já venham com produção comprometida pelas secas e geadas anteriores.

O café e o suco de laranja são os ativos mais atingidos pelas baixas; o açúcar testa leve ajuste. Todos sofreram baixas pesadas na sexta.

Por volta da 9h10 (Brasília), o café recua mais de 5% no contrato de setembro, a 173,70 cents por lira-peso; o suco de laranja está a menos 3% também no setembro, 132,95 c/lp; e o açúcar em alta residual de 0,73%, em 18,05 c/lp no vencimento de outubro.

Gostou desta notícia? Baixe o nosso app para ler, em apenas um clique, esta e mais de 150 matérias diárias.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 02/08/2021 - 17:54

Cotações Crypto
Pela Web