Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Câmara poderá votar propostas para auxiliar pequenos produtores rurais

12/01/2021 - 20:26
Agricultura
O governo justificou alguns vetos de benefícios aos agricultores pela vigência do auxílio emergencial durante a pandemia (Imagem: José Fernando Ogura/Agência de Notícias do Paraná)

A Câmara dos Deputados poderá votar, a partir de fevereiro, propostas para auxiliar os pequenos agricultores prejudicados pela pandemia, por condições climáticas e até por tragédias ambientais, como as queimadas no Pantanal.

O deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA) lembrou que o Congresso tentou elevar a renda dos pequenos agricultores na pandemia, mas encontrou alguns obstáculos no governo. “O presidente Bolsonaro vetou algumas dessas medidas, e o que estamos verificando é que os preços da cesta básica só se elevam, sobem todos os dias”, afirmou.

“Por isso, nós estamos providenciando iniciativas para, durante o ano de 2021, manter essas ações de proteção do agricultor familiar, porque a pandemia não acabou. E aqueles que não conseguiram manter a sua produtividade não têm condições de pagar dívidas. Então, é preciso prorrogar, é preciso ter renegociação desta dívida e crédito novo para a agricultura familiar, além de programas de estímulo”, disse Daniel Almeida.

O governo justificou alguns vetos de benefícios aos agricultores pela vigência do auxílio emergencial durante a pandemia.

Queimadas no Pantanal

O deputado Dagoberto Nogueira (PDT-MS) ficou preocupado com os efeitos das queimadas na região do Pantanal em 2020 para os pecuaristas e apresentou dois projetos. Um deles suspende os pagamentos de financiamentos (PL 4555/20) e outro abre uma renegociação sobre os juros desses contratos (PL 4699/20).

“Em função da seca e dos incêndios, os produtores rurais – sejam eles de assentamentos, ribeirinhos e até os grandes produtores que provarem que não têm condições de pagar suas obrigações – poderão ter suspensas essas obrigações por 36 meses e, depois, ter mais 3 anos para pagar os juros devidos e as suas obrigações”, disse o deputado.

Dagoberto Nogueira afirmou que, antes dos incêndios, a região do Pantanal já sofria com a maior seca dos últimos 60 anos.

Bolsa Estiagem

Já o deputado Celso Maldaner (MDB-SC) apresentou projeto (PL 5180/20) para criar o Bolsa Estiagem. A ideia é beneficiar com um salário mínimo, por três meses, os agricultores familiares que foram afetados pela estiagem em Santa Catarina a partir de 2020.

Segundo o projeto, o benefício será concedido aos agricultores do estado que se encaixarem nas seguintes condições:

  • residam em municípios em situação de emergência ou estado de calamidade pública devido à estiagem;
  • possuam renda familiar mensal de, no máximo, cinco salários mínimos;
  • tenham inscrição no Cadastro Único do governo federal e declaração de aptidão ao Pronaf;
  • não sejam titulares de benefício previdenciário ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado Bolsa Família.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 12/01/2021 - 20:26

Cotações Crypto
Pela Web