Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Carrefour e Pão de Açúcar: em qual ação apostar nesta crise?

17/04/2020 - 12:11
Carrefour Brasil Supermercados
Em termos de caixa, ambas as companhias estão confortáveis, mas o Carrefour tem a vantagem (Imagem: Reuters/Regis Duvignau)

Contrariando o movimento de baixa das empresas brasileiras, os supermercados seguem faturando durante a crise do coronavírus. Dada a preocupação dos consumidores com o desabastecimento de itens essenciais, o segmento tem registrado aumento nas vendas desde o início da quarentena.

A Capital Research adota uma visão positiva para dois nomes do varejo: Pão de Açúcar (PCAR3) e Carrefour Brasil (CRFB3). Em termos de vendas, as duas empresas apresentam dados parecidos, ainda que o Carrefour saia um pouco mais na frente sob alguns aspectos.

O Pão de Açúcar encerrou 2019 com faturamento de R$ 61,5 milhões contra os R$ 62,2 bilhões da rede de origem francesa. O lucro do Carrefour, no entanto, disparou no período, de R$ 790 milhões para R$ 1,9 bilhão.

“Parte disso é explicada pela operação financeira da companhia e parte pelo resultado negativo das operações do Pão de Açúcar fora do Brasil, com prejuízo de R$ 154 milhões”, explicam os analistas Felipe Silveira e Samuel Torres.

O Pão de Açúcar, que deve se beneficiar da exposição ao varejo alimentar no curto prazo depois de ter vendido todas as ações da Via Varejo, está com uma alavancagem mais elevada (Imagem: Money Times/Lucas Simões)

Em termos de caixa, ambas as companhias estão confortáveis, mas o Carrefour tem mais uma vez a vantagem. A varejista conta com R$ 5,6 bilhões em caixa e dívida bruta de R$ 5,3 bilhões, enquanto o rival Pão de Açúcar registra R$ 7,9 bilhões em caixa e dívidas de R$ 14,1 bilhões.

“Essas diferenças são refletidas na performance recente dos dois papéis e, consequentemente, no market cap das duas empresas”, diz a Capital. “O Carrefour é negociado em Bolsa por aproximadamente R$ 41 bilhões, contra pouco mais de R$ 17 bilhões do Pão de Açúcar”.

Mesmo à espera de bons resultados, os analistas ainda veem riscos na análise das companhias.

O Pão de Açúcar, que deve se beneficiar da exposição ao varejo alimentar no curto prazo depois de ter vendido todas as ações da Via Varejo (VVAR3), está com uma alavancagem mais elevada. Já o Carrefour, cuja exposição a produtos não alimentares é grande, tende a sofrer com a restrição da renda das famílias.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Diana Cheng - 17/04/2020 - 12:13