Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Carteiras digitais devem triplicar na América Latina até 2022, aponta estudo

14/12/2019 - 11:35
De acordo com Antônio Cerqueiro, coautor do estudo, o futuro dos pagamentos deve ser gratuito, fácil e incorporado a outros produtos e serviços (Imagem: Divulgação/Itaú Unibanco)

As carteiras digitais devem triplicar na América Latina até 2022, apontou um novo estudo da Bain & Company. Com isso, espera-se que a nova modalidade de pagamento alcance 9% do mercado.

Ainda assim, o pagamento com dinheiro em espécie continuará sendo o meio mais utilizado, representando 36%. Os cartões de crédito saltarão de 21% para 29%.

“No Brasil, o cartão tem uma adesão muito grande, devido aos parcelamentos”, explica Antônio Cerqueiro, sócio da Bain & Company e coautor do estudo.

De acordo com Cerqueiro, o futuro dos pagamentos deve ser gratuito, fácil e incorporado a outros produtos e serviços.

“A experiência precisa ser simples e sem falhas, e players cada vez mais inovadores continuam elevando os padrões no que diz respeito ao que os consumidores e comerciantes esperam”, diz.

O estudo levantou algumas opções estratégicas para os provedores de soluções de pagamentos, que precisarão se adaptar à nova realidade.

De consolidação por meio de fusões e aquisições à otimização das transações no comércio eletrônico, a inovação alcançou um ritmo vertiginoso, segundo Cerqueiro.

“Qualquer pessoa que esteja ganhando dinheiro hoje com a atividade precisa pensar em como ampliar sua oferta de negócios para garantir o lucro futuro”, conclui.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Diana Cheng - 09/12/2019 - 16:20