BusinessTimes

Casa&Vídeo e Le Biscuit anunciam fusão para criar grupo de R$ 3 bi em vendas

12 nov 2022, 18:14 - atualizado em 12 nov 2022, 18:16
Casa&Vídeo fusão Le Biscuit
IPO nos planos: fusão de Casa&Vídeo com Le Biscuit deixa empresas mais perto de oferta pública de ações (Imagem: Divulgação/ Casa&Vídeo)

As varejistas Casa&Vídeo e Le Biscuit anunciaram, neste sábado (12), uma fusão que criará um grupo com faturamento projetado de R$ 3 bilhões para 2023. A fusão resultará num grupo com cerca de 5 mil funcionários, dois centros de distribuição e quase 400 lojas físicas.

O comunicado à imprensa, divulgado hoje, afirma que as companhias, cujo foco são famílias das classes B e C, “poderão oferecer preços mais competitivos e maior acesso ao crédito. Com o parque de lojas combinado, serviços como entrega expressa e retire em loja também serão ampliados, trazendo mais comodidade e facilidade para o cliente.”

Antes da união, as empresas chegaram a flertar com a abertura de capital. Agora, essa possibilidade volta à mesa, segundo Ivo Benderoth, CEO da Casa&Vídeo. “A união das companhias proporcionará ganhos de escala, aumento de eficiência e maior capacidade de investimento. Com a fusão estaremos mais preparados para uma futura oferta pública de ações”, afirmou na nota à imprensa.

Devido ao seu porte, a conclusão do negócio ainda depende da aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Veja a íntegra do comunicado à imprensa sobre a fusão da Casa&Vídeo com a Le Biscuit, divulgado neste sábado:

“Duas das maiores empresas de artigos do lar e produtos sazonais do país acabam de anunciar um acordo para incorporação de ações. Juntas elas possuem quase 400 lojas e atendem a mais de 35 milhões de clientes por ano.

A combinação dos negócios será benéfica para ambas as empresas, fornecedores, colaboradores e principalmente para o cliente. As companhias, que atendem majoritariamente a famílias da classe B e C, juntas poderão oferecer preços mais competitivos e maior acesso ao crédito. Com o parque de lojas combinado, serviços como entrega expressa e retire em loja também serão ampliados, trazendo mais comodidade e facilidade para o cliente.

“A união das companhias proporcionará ganhos de escala, aumento de eficiência e maior capacidade de investimento. Com a fusão estaremos mais preparados para uma futura oferta pública de ações. Tudo isso refletirá em tornarmos cada vez mais acessíveis os sonhos dos nossos clientes”, diz Ivo Benderoth, CEO da CASA&VIDEO. Segundo o executivo, a transação coloca as duas empresas em outro patamar de relevância no varejo brasileiro. “Cada um dos negócios se estabeleceu de forma destacada em diferentes regiões geográficas. Agora queremos consolidar essas forças complementares em uma única companhia para assumir uma posição de maior relevância no mercado nacional. Manteremos as duas marcas que são muito fortes e reconhecidas em suas regiões. Nesse novo cenário teremos mais espaço para o crescimento orgânico das vendas, expansão do parque de lojas e das vendas digitais, o que trará mais geração de emprego e oportunidades de crescimento para o nosso time.”

A operação contará com a união de acionistas e times que são referência no mercado de varejo. A nova companhia será liderada por Ivo Benderoth, atual CEO da CASA&VIDEO. Eduardo Loges permanecerá como CEO da LE BISCUIT e após aprovada a fusão iniciará o processo de transição para Ivo, tendo um papel relevante na integração das empresas. Os diretores da LE BISCUIT seguirão reportando para Eduardo até a conclusão da transição.

Nasce uma nova estrela, um player com escala nacional, comprometido em encontrar as melhores soluções para tornar a vida das famílias mais feliz. Segundo, Eduardo Loges, os negócios possuem estratégias de sortimento com competências complementares. “A companhia combinada se beneficiará do expertise da CASA&VIDEO na venda de eletroportáteis e smartphones e do know how da LE BISCUIT em itens de sazonalidade e desenvolvimento de marcas próprias. Ambas as empresas são referências na venda de utilidades domésticas. O grupo também se beneficiará dos avanços de transformação digital de ambas as empresas e da cultura de inovação fomentada pelo Le Labs. Juntos seremos ainda mais relevantes para os nossos clientes, oferendo soluções mais inovadoras e um sortimento único a preços competitivos.

A nova companhia contará com cerca de 5 mil funcionários, 2 centros de distribuição (RJ e BA) e quase 400 lojas físicas nas regiões sudeste, norte, nordeste e centro-oeste.

A conclusão da transação está sujeita a condições precedentes e à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). Uma vez concluída, as companhias combinadas estimam faturar cerca de 3 bilhões de reais em 2023.”

Siga o Money Times no Instagram!

Conecte-se com o mercado e tenha acesso a conteúdos exclusivos sobre as notícias que enriquecem seu dia! Todo dia um resumo com o que foi importante no Minuto Money Times, entrevistas, lives e muito mais… Clique aqui e siga agora nosso perfil!

 

Diretor de Redação do Money Times
Ingressou no Money Times em 2019, tendo atuado como repórter e editor. Formado em Jornalismo pela ECA/USP em 2000, é mestre em Ciência Política pela FLCH/USP e possui MBA em Derivativos e Informações Econômicas pela FIA/BM&F Bovespa. Iniciou na grande imprensa em 2000, como repórter no InvestNews da Gazeta Mercantil. Desde então, escreveu sobre economia, política, negócios e finanças para a Agência Estado, Exame.com, IstoÉ Dinheiro e O Financista, entre outros.
Linkedin
Ingressou no Money Times em 2019, tendo atuado como repórter e editor. Formado em Jornalismo pela ECA/USP em 2000, é mestre em Ciência Política pela FLCH/USP e possui MBA em Derivativos e Informações Econômicas pela FIA/BM&F Bovespa. Iniciou na grande imprensa em 2000, como repórter no InvestNews da Gazeta Mercantil. Desde então, escreveu sobre economia, política, negócios e finanças para a Agência Estado, Exame.com, IstoÉ Dinheiro e O Financista, entre outros.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.