Celulose é o novo minério de ferro? Commodity dispara e leva junto Suzano (SUZB3); veja se é hora de comprar

Renan Dantas
24/06/2022 - 18:05
Suzano Papel e Celulose
Para o Bradesco BBI, em comentário enviado a clientes, outra a rodada de aumentos de US$ 20-30/toneladas no preço da celulose não pode ser descartada (Imagem: Facebook/Suzano)

A Suzano (SUZB3) foi um dos destaques do Ibovespa (IBOV)  nesta sexta-feira (24) em dia de recuperação do índice. O papel fechou negociado a 4,87%, a R$ 47,93.

A disparada ocorre em meio ao anúncio da Suzano de elevar os preços de celulose de fibra curta.

A companhia está estabelecendo um aumento de preço de US$ 20 a tonelada na Ásia (sem nível de preço divulgado, mas provavelmente para US$ 860/tonelada), um aumento de US$ 30/tonelada na Europa (preços de tabela chegando a US$ 1.380) e uma elevação de US$ 40/tonelada na América do Norte (subindo os preços de tabela para
US$ 1.610).

Para o Bradesco BBI, em comentário enviado a clientes, outra rodada de aumentos de US$ 20-30/toneladas no preço da celulose não pode ser descartada, devido às condições de oferta apertadas e demanda ainda saudável.

As interrupções de fornecimento continuam ocorrendo, considerando:

  • o acidente na fábrica OKI da APP dificultando os embarques;
  • o impacto de quase 800 mil toneladas no fornecimento de celulose de fibra curta devido à menor produção finlandesa;
  • os embarques de celulose canadenses impactados por restrições logísticas ferroviárias;

“Esse iniciativa de aumento de preços da Suzano corrobora com a nossa visão mais positiva e fora do consenso sobre a dinâmica do mercado de celulose para o restante de 2022 e 2023, sustentada pela contínua restrição de oferta, reabastecimento do consumidor (principalmente fabricantes de papel chineses) e implementação gradual de aumento de preço do papel, à medida que a atividade aumenta na China“, dizem os analistas Thiago Lofiego e Renato Chanes.

Eles preveem que os preços de celulose superem amplamente as expectativas do mercado (as estimativas do Bradesco de preço de celulose de fibra curta em US$ 775 e 730 em 2022 e 2023, respectivamente, maior do que o consenso em US$ 700 e US$ 600), enquanto as ações do setor parecem precificar uma correção de quase US$ 300/tonelada nos preços da celulose já a partir do 2º semestre deste ano – “algo muito pessimista em nossa visão”, completa.

Hora de comprar Suzano?

De acordo com Ativa Investimentos, a notícia da aplicação de novo reajuste é positiva para a companhia. “Destacamos ainda nossa recomendação de compra para SUZB3”, coloca.

A ação também é a favorita do Bradesco BBI, com preço-alvo de R$ 80, potencial de alta de 66% ante o fechamento de hoje.

Veja as maiores quedas

Empresa Ticker Queda
Petz PETZ3 5,54%
Soma SOMA3 4,87%
Via VIIA3 4,22%
CVC CVCB3 4,17%
Qualicorp QUAL3 3,40%

 

Veja as maiores altas

Empresa Ticker Alta
Gol GOOL4 6,71%
PetroRio PRIO3 5,18%
CSN CSNA3 5,18%
Suzano SUZB3 4,87%
Azul AZUL4 4,69%

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!

Última atualização por Renan Dantas - 25/06/2022 - 17:22

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto