Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Certificação digital alcança a marca de 9 milhões no Brasil com empurrão do coronavírus

30/03/2020 - 6:45
código tecnologia programação computador
O certificado digital se fortalece agora, como um instrumento de caráter social, a serviço da saúde, entre outros aspectos, destaca o presidente da autarquia (Imagem: Pixabay/Free-Photos)

O contexto atual mudou de forma drástica o cenário econômico e as previsões para a aceleração da economia brasileira, mas, mesmo diante dos desafios, o mercado de certificação digital da Infraestrutura de Chaves Pública Brasileiras (ICP-Brasil) está em fase de reestruturação e evolução.

ITI em números mostra que hoje são mais de 9 milhões de certificados digitais ativos no país. Os certificados estão distribuídos entre pessoas físicas e jurídicas, que são até o momento, a maioria, com 54,9%. Em fevereiro foram emitidos 434.696 e em março 338.196.

O diretor-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), Marcelo Buz, avalia a evolução da ICP-Brasil no primeiro trimestre de maneira positiva, tanto em relação ao número de emissões como à implantação de novos procedimentos para agilizar a emissão dos certificados e modernizar a infraestrutura.

A projeção inicial da autarquia para 2020 é a emissão de 6,3 milhões de certificados, um incremento de 15% em relação a 2019. No primeiro trimestre foram emitidos 1.264.802 certificados, um aumento de 23,2% em relação ao ano anterior.

Para Buz, apesar das consequências negativas em vários setores econômicos o “certificado digital se fortalece agora, como um instrumento de caráter social, a serviço da saúde, entre outros aspectos”.

O diretor-presidente do ITI se refere à decisão do Ministério da Saúde ao editar a Portaria nº 467, que dispõe sobre as ações de Telemedicina. O texto contempla a emissão de receitas e atestados médicos a distância, desde que assinados com certificado digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil.

Uso do certificado digital irá facilitar a vida desses profissionais da saúde da mesma forma como ocorreu com os advogados que podem tramitar processos em várias instâncias do judiciário, pela internet (Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

“Num país com quase meio milhão de médicos, o uso do certificado digital irá facilitar a vida desses profissionais da saúde da mesma forma como ocorreu com os advogados que podem tramitar processos em várias instâncias do judiciário, pela internet,” completa Buz.

Outras decisões irão promover uma nova dinâmica na ICP-Brasil. Uma delas é a possibilidade de emissão de um novo certificado digital a partir de um válido de forma eletrônica, ou seja, sem a necessidade da ida presencial a uma Autoridade de Registro, o que foi estabelecida pela Instrução Normativa nº 2, de 20 de março de 2020, que aprova o DOC-ICP-05.05.

Devido à pandemia do coronavírus (Covid-19), a Diretoria de Auditoria, Fiscalização e Normalização do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – DAFN/ITI autorizou a possibilidade de auditorias remotas pré-operacionais de Autoridades de Registro.

ITI
Durante o ano passado foram emitidos 5.494.732 certificados digitais (Imagem: ITI)

Os procedimentos de auditoria devem ser realizados com total abrangência às exigências de funcionamento das Autoridades de Registro antes de entrarem em operação.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Lucas Simões - 29/03/2020 - 22:53