Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

China desiste de meta de crescimento para PIB de 2020, o que marca 1° recuo desde 1990

22/05/2020 - 7:58
Primeiro-ministro da China, Li Keqiang
“Não determinamos uma meta específica para o crescimento no ano, principalmente por causa da situação global da epidemia”, justifica o premiê da China (Imagem: Po0l via Reuters/Wang Zhao)

A China desistiu de sua meta de crescimento anual pela primeira vez nesta sexta-feira e prometeu mais gastos do governo conforme a pandemia de coronavírus afeta a segunda maior economia do mundo, adotando um tom sombrio para a reunião do Parlamento deste ano.

A omissão no relatório de trabalho do primeiro-ministro Li Keqiang marca a primeira vez que a China não determina uma meta para o Produto Interno Bruto desde que o governo começou a publicá-las em 1990.

A economia encolheu 6,8% no primeiro trimestre, primeira contração em décadas, afetada pelo surto do novo coronavírus que começou na cidade central chinesa de Wuhan.

“Não determinamos uma meta específica para o crescimento no ano, principalmente por causa da situação global da epidemia e a situação econômica e comércio é muito incerta, e o desenvolvimento da China enfrenta alguns fatores imprevisíveis”, disse Li na abertura do Parlamento.

O consumo doméstico, os investimentos e as exportações estão caindo, e a pressão sobre o emprego aumenta de forma significativa, enquanto os riscos financeiros estão aumentando, alertou ele.

A China determinou o objetivo de criar mais de 9 milhões de empregos urbanos este ano, de acordo com o relatório de Li, contra meta de ao menos 11 milhões em 2019 e a mais baixa desde 2013.

Bandeira da China
A economia da China encolheu 6,8% no primeiro trimestre, primeira contração em décadas (Imagem: Reuters/Thomas Peter)

Antes do Congresso Nacional do Povo, reunião de uma semana do Parlamento, os líderes chineses prometeram ampliar o estímulo para impulsionar a economia em meio a crescentes preocupações de que as perdas de empregos poderiam ameaçar a estabilidade social.

A China busca um déficit orçamentário em 2020 de ao menos 3,6% do PIB, contra 2,8% no ano passado.cx

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Lucas Simões - 22/05/2020 - 7:58