Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

China produz volume recorde de aço para impulsionar recuperação

14/08/2020 - 11:24
Aço
A produção de aço bruto atingiu 90 milhões de toneladas pelo terceiro mês consecutivo (Imagem: Reuters)

A China produziu volumes recordes de aço e alumínio em julho, dando continuidade ao forte desempenho em meio à recuperação econômica apoiada no setor de construção.

A produção de aço bruto atingiu 90 milhões de toneladas pelo terceiro mês consecutivo, embora a taxa de capacidade diária tenha caído ligeiramente em relação ao recorde de junho. A produção de alumínio deu continuidade à forte expansão.

A economia industrial da China, apoiada na forte demanda doméstica e medidas do governo para estimular a atividade, tem se mostrado resiliente mesmo com o consumo mais amplo ainda fraco e recuperação prolongada e incerta de outros países da pandemia de coronavírus.

A demanda doméstica por aço deve aumentar devido aos gastos do governo com infraestrutura, além da reconstrução esperada em algumas partes da China por causa dos recentes danos causados por inundações. Desde janeiro, a produção subiu para 593 milhões de toneladas, colocando o maior produtor mundial em vias de ultrapassar 1 bilhão de toneladas em 2020.

Os contratos futuros de vergalhão de aço na Bolsa de Futuros de Xangai subiram 0,2%, para 3.799 yuans (US$ 547) a tonelada, enquanto o minério de ferro negociado na Bolsa de Dalian avançou 1,5%, para 839 yuans a tonelada. Os futuros do alumínio em Xangai também subiram.

As perspectivas econômicas para China continuarão a melhorar nos próximos meses, mas não sem desafios, de acordo com a Bloomberg Economics.

A demanda doméstica dá sinais de melhora, e a contínua reabertura de economias no exterior também ajuda. No entanto, o consumo interno continua fraco, empresas privadas estão sob pressão e as fortes enchentes criam obstáculos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 14/08/2020 - 11:24