Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Cidade japonesa sedia Conferência sobre Desenvolvimento Africano

28/08/2019 - 7:08
O foco deste ano é a promoção de investimentos privados japoneses em nações africanas (Reprodução: Facebook de Shinzo Abe)

Líderes de mais de 50 países africanos, representantes de organizações internacionais e o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, estão chegando à cidade portuária de Yokohama, no Japão, para a abertura da Conferência Internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento Africano (Ticad).

A cúpula de três dias será aberta nesta quarta-feira (28) pelo premiê japonês, Shinzo Abe. Esta é a sétima edição da conferência, que começou em 1993. A Ticad é o pilar da política externa do Japão para a África.

O foco deste ano é a promoção de investimentos privados japoneses em nações africanas. A população da África tem aumentado rapidamente, e a ONU projeta que até 2050 uma em cada quatro pessoas na Terra será africana. A economia do continente também tem se fortalecido, apresentando crescimento médio de pouco mais de 3% ao ano.

Esses fatores fazem da África um mercado potencialmente lucrativo para o Japão, os Estados Unidos (EUA), a Europa e China, que estão disputando uma posição dominante na região.

A China, particularmente, tem aumentado sua presença no continente, oferecendo grandes empréstimos para importantes projetos de infraestrutura. Pequim busca a participação de países africanos em sua iniciativa “Cinturão e Rota”.

Para enfrentar a crescente influência chinesa na região, Tóquio vai adotar suas próprias medidas. Apoio para o treinamento de jovens engenheiros na África é esperado, bem como iniciativas visando a tornar mais fácil para empresas japonesas investirem na região.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Além de projetos econômicos, a conferência vai debater questões importantes como serviços de saúde, segurança e preocupações ambientais como a poluição de plástico nos oceanos.

O Japão e as nações africanas pretendem divulgar uma “Declaração de Yokohama” ao final do evento.

Última atualização por Rafael Borges - 28/08/2019 - 7:08

Tudo sobre o novo ciclo imobiliário: JSHF e MRV listam perspectivas em evento do BTG