Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Cielo, PagSeguro ou Stone? Quem mandou bem no 3º trimestre, segundo o UBS BB

27/10/2020 - 16:25
Mercado Pago PagSeguro Cielo Adquirencia
O UBS BB projeta recuperação do volume total de pagamentos, principalmente para PagSeguro e Stone (Imagem: REUTERS/Beawiharta)

Com o início da divulgação de resultados do setor de pagamentos, o UBS BB decidiu compartilhar suas projeções sobre o terceiro trimestre do ano de Cielo (CIEL3), Stone (STNE) e PagSeguro (PAGS). Segundo os analistas, essa temporada representará mais um trimestre aquém das expectativas para as empresas nos principais indicadores operacionais e financeiros.

O UBS BB projeta recuperação do volume total de pagamentos (TPV, na sigla em inglês), principalmente para PagSeguro e Stone. Levando em consideração o aumento do consumo, o coronavoucher e as fortes adições líquidas, os analistas esperam um crescimento de 43% do TPV no comparativo anual.

Por outro lado, o take rate (taxa que fica com o adquirente) continuará pressionado pelo mix de cartões, enquanto os custos e as despesas podem subir por conta dos gastos com marketing. Dessa forma, a margem Ebitda pode cair de -2,3 pontos percentuais para -10,9 pontos percentuais na comparação ano a ano.

Cielo

O balanço trimestral da Cielo sairá nesta terça-feira (27), após o fechamento do mercado. Pelos impactos do coronavírus e pela baixa exposição a grandes varejistas, o UBS BB, que tem recomendação neutra para a ação, estima para a empresa um recuo de 8,9% do TPV em relação ao mesmo intervalo de 2019.

O Ebitda, que representa o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, deve contrair 38%, enquanto a margem atingirá 22% (contra 32,9% no terceiro trimestre do ano passado).

O lucro líquido recorrente esperado é de R$ 144 milhões.

Stone

Stone STNE maquininha de pagamento cartão
Segundo o UBS BB, as adições líquidas da Stone totalizaram 51,5 mil no terceiro trimestre do ano (Imagem: Divulgação/Stone)

Os resultados da Stone vão sair nesta quinta-feira. O UBS BB estima um TPV de R$ 38,4 bilhões, representando um aumento anual de 17,9%.

As adições líquidas devem totalizar 51,5 mil no trimestre, enquanto o take rate esperado, influenciado pelos impactos do coronavoucher, é de 1,23%.

Os analistas projetam uma expansão ano a ano de 10,6% do Ebitda e a margem em 61,6%. O lucro líquido recorrente totalizará R$ 236 milhões.

A recomendação para o papel também é neutra.

PagSeguro

Para a PagSeguro, o TPV projetado é de R$ 42 bilhões – alta de 43% em relação ao terceiro trimestre do ano passado. As adições líquidas somarão 400 mil, totalizando 6,2 milhões de comerciantes ativos.

O take rate deve seguir pressionado por conta do coronavoucher, que levou a um aumento do uso de cartões de débito. O Ebitda cairá 8,9% na comparação anual. Já a margem atingirá 30,1%.

O lucro líquido recorrente apresentará retração de 10,9%, para R$ 313 milhões.

Sobre a ação, o UBS BB indica compra.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 27/10/2020 - 16:25