Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Cielo tem prejuízo de R$ 75,2 milhões no 2º trimestre; volume financeiro de transações encolhe 22,2%

28/07/2020 - 20:08
A receita operacional líquida contraiu 12,5% no comparativo anual, para R$ 2,4 bilhões (Imagem: Reprodução/YouTube/Cielo)

A Cielo (CIEL3) teve prejuízo líquido de R$ 75,2 milhões no segundo trimestre de 2020, de acordo com o relatório divulgado pela empresa nesta terça-feira (28). No mesmo intervalo do ano passado, a companhia havia registrado um lucro de R$ 428,5 milhões.

A receita operacional líquida contraiu 12,5% no comparativo anual, para R$ 2,4 bilhões. O Ebitda, que representa o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, encolheu 69,7% e atingiu R$ 236 milhões.

A empresa explicou que os resultados foram fortemente impactados pelas medidas de isolamento social impostas por autoridades públicas a fim de conter a disseminação da covid-19. Os efeitos negativos também chegaram no volume financeiro de transações, que encerrou com queda de 22,2%, para R$ 127,9 bilhões.

“O primeiro semestre de 2020 foi um período bastante desafiador para todos os setores da economia brasileira, com os fortes impactos econômicos do isolamento social devido à covid-19 atingindo a economia a partir da segunda quinzena de março. O varejo foi afetado de forma particularmente forte nos meses de março, abril e maio, com início de recuperação sendo observada a partir de junho. Devido ao seu relacionamento intrínseco com o consumo, a indústria de pagamentos foi impactada de forma negativa neste período”, destacou a administração.

A Cateno, fruto de uma joint venture entre a Cielo e o Banco do Brasil (BBAS3), também foi prejudicada pelo coronavírus. No entanto, com a expectativa de melhora do varejo brasileiro, a companhia está confiante de que os números seguirão uma tendência de recuperação ao longo dos próximos trimestres.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Diana Cheng - 28/07/2020 - 20:08