Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Cinco empresas campeãs no segundo trimestre

Renan Dantas
26/08/2021 - 19:30
Vencedor-Campeão
De acordo com o Itaú BBA, os dados corroboram um processo de recuperação relativamente acelerado para boa parte das empresas de capital aberto (Imagem: PixaBay)

A safra de resultados do segundo trimestre chegou ao fim e revelou um cenário melhor do que o esperado por analistas inicialmente. 

De acordo com o Itaú BBA, os dados corroboram um processo de recuperação relativamente acelerado para boa parte das empresas de capital aberto, com algumas retomando níveis operacionais pré-pandemia.

Os setores que brilharam 

Para os analistas Pedro Leduc e Victor Natal, o varejo alimentar se destacou pelos bons números no segundo trimestre, refletindo uma mudança de hábito imposta pela pandemia da Covid-19.

“O isolamento tem feito com que os brasileiros optem por ficar mais em casa, preferindo recorrer aos supermercados em substituição à alimentação fora do domicílio”, argumentam.

O setor de shoppings apresentou boas cifras, como efeito da redução das restrições de funcionamento e do processo gradual de reabertura da economia, dizem.

No caso das empresas de proteína animal, aquelas com exposição aos EUA se sobressaíram, “beneficiadas pelos preços mais altos da carne e do super ciclo do gado americano, que garantiu um preço mais vantajoso”.

Os bancos, sejam os grandes, pequenos e de investimentos, também brilharam, destaca a dupla. 

“O crescimento da carteira de crédito foi, em média, 10% superior na comparação com o segundo trimestre do ano passado, puxado por linhas ligadas à pessoa física, como cartões de crédito. E com inadimplência controlada, o que ilustra a qualidade dessas carteiras”, afirmam.

As cinco campeãs 

BTG Pactual

Na visão dos analistas, o BTG Pactual (BPAC11) gerou resultados por “conta própria”, dependendo menos do cenário macroeconômico, já que consegue crescer ganhando participação de mercado em novos produtos e serviços.

“É ainda uma ação que proporciona exposição indireta a Banco Pan (BPAN4), outra tese que agrada nosso time de análise”, apontam.

Equatorial Energia

De acordo com a dupla, a Equatorial (EQTL3) trouxe números fortes e tem capacidade comprovada de recuperar operações depois de adquiri-las, como no caso da CELPA.

“Tem mostrado interesse em diversificar suas atividades – o mercado deve ficar atento à possível entrada no segmento de saneamento, por meio de leilões”, acrescentam.

JBS

Para a JBS (JBSS3), o BBA lembra que a gigante tem a melhor alocação de capital do setor de proteínas e grande exposição aos EUA, o que é muito benéfico no atual ciclo de preço do gado americano.

Assaí

O Assaí (ASAI3) foi outra empresa que fez bonito no período, mesmo com uma base de comparação desafiadora (os números do segundo trimestre do ano passado foram fortes).

“A ação da companhia tem o melhor múltiplo ajustado ao crescimento do setor”, dizem.

Vivara

Por fim, os especialistas gostaram do que viram no resultado da Vivara (VIVA3), com uma atuação surpreendente no canal de vendas on-line. 

“O desempenho foi beneficiado ainda por uma mudança de comportamento na pandemia: o redirecionamento de gastos com lazer e viagens para outros itens, como joias”, acrescentam. 

Última atualização por Renan Dantas - 26/08/2021 - 22:51

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web