Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Colômbia aproveita onda de sustentabilidade com títulos verdes

15/01/2021 - 13:42
Colômbia Bandeira
O governo vai emitir até 2 trilhões de pesos (US$ 575 milhões) desses títulos em leilões mensais no segundo semestre (Imagem: Pixabay)

A Colômbia planeja aproveitar a expansão do investimento com consciência social com a oferta dos primeiros títulos verdes do país.

O governo vai emitir até 2 trilhões de pesos (US$ 575 milhões) desses títulos em leilões mensais no segundo semestre, e continuará as vendas depois disso, disse César Arias, diretor de Crédito Público do Ministério da Fazenda.

Os títulos em peso financiarão a geração de energia renovável, frotas de veículos com baixo consumo de combustível e projetos de combate ao desmatamento, disse Arias em entrevista na quinta-feira. O vencimento dos títulos deve ser de 20 anos.

As emissões marcam a incursão da Colômbia em dívidas ambientais, sociais e de governança, ou ESG na sigla em inglês, que são cada vez mais procuradas por investidores e emissores.

Globalmente, empresas e governos venderam no ano passado um recorde de US$ 732 bilhões em títulos e empréstimos para projetos sociais e ambientais, de acordo com dados compilados pela BloombergNEF.

“A Colômbia priorizou o mercado local para o desenvolvimento de sua estratégia de emissão de títulos verdes, que é um pouco diferente da abordagem adotada por alguns outros soberanos em mercados emergentes”, disse.

Ainda assim, muitos dos compradores do mercado doméstico são investidores estrangeiros, acrescentou. O Ministério da Fazenda também prepara a emissão de um título social até 2022.

A Colômbia contratou uma empresa externa para revisar o processo e oferecer garantias aos investidores de que os recursos da dívida irão para projetos que atendem aos padrões ESG.

Em alguns casos, governos venderam grandes volumes de títulos ESG, mas tiveram dificuldade em encontrar projetos com suficiente monitoramento para gastar os recursos.

A Colômbia decidiu estabelecer metas modestas e emitir mais gradualmente para evitar esse problema, explicou.

Ano ativo

As vendas dos chamados TES verdes, como serão chamados localmente, farão parte de um ano ativo de emissões de dívida para a Colômbia, depois que a economia enfrentou a mais forte recessão de sua história em 2020.

Como operadores apostam em inflação mais acelerada nos EUA, o governo tenta fixar custos com juros baixos caso as taxas continuem subindo.

A Colômbia vendeu notas de 40 anos nesta semana, seu título em dólar com vencimento mais longo até agora.

O país planeja estruturar um novo título denominado em pesos com vencimento 25 anos, que será emitido no primeiro trimestre, disse Arias.

As emissões em moeda local devem aumentar para até 70% das vendas totais neste ano em relação a cerca de 50% no ano passado, disse.

A Colômbia vendeu notas de 40 anos nesta semana, seu título em dólar com vencimento mais longo até agora (Pixabay)

O Ministério da Fazenda planeja buscar mais trocas de dívida com o mercado doméstico neste ano, acrescentou. A maior parte dos 16 trilhões de pesos dessas trocas no ano passado foi realizada com outras entidades do governo

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 15/01/2021 - 13:42

Pela Web