Comprar ou vender?

Coluna do TradingView: Bolsa retoma alta no curto prazo

24 nov 2022, 18:43 - atualizado em 24 nov 2022, 18:43

Em clima de copa, mas ainda com olho nas decisões de governo, bolsa segue exterior e recupera fortes perdas recentes. Dados de inflação vem ajudando também. Confira o que os analistas do TradingView estão pensando.

Leandro Sander

SP500 está negociando novamente em uma linha de tendência de baixa, o que mostra que estamos em uma zona de forte venda. Essa zona de preços também está confluente com a faixa de retração de Fibonacci entre 50% e 61.8% da última pernada de queda.

Sabendo disso, acredito que os preços vão testar ao menos essas duas faixas de suporte que tenho plotadas em meus gráficos. Caso os preços consigam se manter acima de 3750p, temos um contexto mais positivo que vou atualiza aqui, mas adianto que esse não é meu cenário base.

No intraday temos claramente uma movimentação que segue uma linha de tendência de alta, então os preços seguem otimistas, mas todos os rompimentos de topo anterior não conseguem desenvolver um novo swing de alta, e isso é um alerta para uma formação de cunha.

As correções diárias estão sendo profundas, ao passo que após o dia 10/11 os preços não saíram do lugar e estamos na linha de retorno da cunha, então um zig-zag abaixo desse linha de tendência de alta deve ser um ótimo contexto para uma correção. (Ver a análise na íntegra).

Lucas AGR

A empresa de energia do Paraná Copel (CPLE), expressou uma grande alta de preços na segunda-feira 21/11/22 após o governo paranaense, controladora da empresa, declarar intenção de privatizar a mesma. Isso pode gerar um sinal positivo no mercado a curto prazo, mas se voltarmos o olhar para uma análise técnica da precificação desse anúncio, pode ser considerado que o momento de acumular ações da empresa não esteja em conformidade com alguns princípios básicos de preços.

Julgando os papéis mais líquidos da empresa (CPLE3 CPLE6), os preços podem mostrar complicações técnicas de expressarem novas altas, já que os preços foram negociados próximo a uma linha de retorno em uma tendência de alta e deixando um padrão de reversão no pregão do dia 21, podendo significar uma correção mais significativa dessa euforia de compra, possivelmente mais um retorno à linha de tendência para então seguir uma tendência de alta mais saudável e sem o viés eufórico da notícia. Mas vale assumir que o papel tem demonstrado um viés altista dos preços, embora o mercado brasileiro tenha demonstrado em geral, um viés contrário. No entanto, tecnicamente, a tendência tem se mostrado relativamente fraca, com volume médio diminuindo especialmente acima dos preços de fechamento acima do topo de fevereiro de 2020.

Em um cenário de alta de juros, possível recessão global e inflação global mais alta, um sinal mais forte para comprar ações da Copel devem ser esperados. (Ver o gráfico dinâmico).

Ricardo Tominaga

Ação Vibra está numa fase de correção desde o topo histórico formado em jul/21. Este padrão de correção aparentemente ainda não se concluiu. Indício disso é que o ativo falhou em ganhar momentum no reteste ao suporte em S4. Caso perca este fundo tende a buscar as próximas projeções do FIB360 em S5 ou S6.

Do contrário, caso ganhe força na compra e passe a trabalhar acima de S3, pode ter como objetivo o topo anterior na região do 24,27. Entretanto, este não é o cenário que considero mais provável dada a estrutura de preço atual. (Mais análises de ações).

Ruan Camara

Ações Via Varejo deu uma arrancada no fim do dia de ontem. Pela análise via Ondas de Elliott , após uma onda iv do tipo triângulo, esperava-se uma onda v curta e um movimento sharp em seguida.

Forte indicação de reversão de movimento e início da onda C do tipo Five (Impulse ou Leading Diagonal). Onda ABC do tipo ZigZag com retração da Onda B entre 0.618 e 0.786 da Onda A. (Ver análises para Via Varejo).

Disclaimer: As análises aqui apresentadas são apenas estudos. Elas não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda, tampouco refletem a opinião do veículo de mídia na qual estão sendo divulgadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado financeiro.

Nossos Autores: Leandro SanderLucas AGRRicardo Tominaga e Ruan Camara.

Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.