Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Coluna do TradingView: Crise do Petróleo

10/03/2020 - 9:18

Um dos dias mais vermelhos desde 2008, vimos a soma da Crise do COVID e da Crise do Petroleo. Saiba mais nas analises do TradingView.

Gabriel Fauth

Índice BovespaIBOV

A soma da crise do COVID com a atual crise no petróleo levou o preço do Ibovespa a cair 24% em três dias. Essa é a maior queda desde 2008 e trouxe pânico para o mercado local. O medo de permanecer comprado em um cenário incerto leva ao fechamento deposições de longo prazo após um ótimo ano de Ralli para o mercado Brasileiro.

Temos dois fatores relevantes, o aumento crescente de vítimas do COVID, onde diariamente temos aumento significativo de casos confirmados e mortes, agora muito mais fora da China, em um cenário que não há expectativa de cura tão rapidamente, apenas prevenção. O isolamento em diversas cidades em diversos países afeta diretamente a produção e exportação/importação de produtos em diversos setores do mercado.

O segundo fator é os maiores produtores de petróleo no mundo terem votado na OPEC para o aumento da produção de petróleo, tendo em vista as tensões provocadas pelo vírus, mais um impulso na queda do preço referente aos descontos anunciados pela Arábia. A agência internacional de energia prevê uma demanda de 90000 barris/dia a menos de petróleo em relação a ano passado. O preço baixo do petróleo favorece diretamente a Russia e a Arabia Saudita, os quais tem um custo extremamente baixo de extração, desta maneira, tirando a fatia do mercado de países como EUA , no qual tem um custo maior de extração.

Hoje o mercado pode vir a subir a partir da abertura, já temos SPX e Nikkei e DAX amanhecendo positivas, demonstrando um dia de recuperação. No gráfico paramos em suporte aos 86000 pontos, ainda com suporte semanal em 71000. A resistência mais próxima está em 98000 e os 50% da retração fibonacci está em 78000.

Grafistas

Cotação SPX S&P 500

S&P500 caiu mais de 4% nessa noite. Volumes baixistas absurdamente altos e mercado segue na esteira do impacto do Coronavírus. Alvo de fibonacci para o índice americano em 2.517,60 pontos. Petróleo segue em queda forte e a queda da bolsa americana deverá gerar impactos negativos na bolsa brasileira. (veja o gráfico dinâmico).

sup

Ifinox

Petróleo WTI – USOIL

O petróleo inicia a semana com acentuada baixa nos preços após a Arábia Saudita anunciar fortes descontos e aumento da produção para abril. O valor despencou de 42 para a região dos 32 USD, mas antes chegou a fazer mínima em 27.40, menor valor desde 2016. O valor da commodity ficará muito instável por algumas sessões porém podemos esperar uma retração, segundo as linhas de 50% de fibonacci, na região dos 38USD, antes de novo ajuste. (veja o gráfico dinâmico).

Disclaimer: As análises aqui apresentadas são apenas estudos. Elas não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda, tampouco refletem a opinião do veículo de mídia na qual estão sendo divulgadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado financeiro.

Nossos Autores:

Gabriel Fauth – Especulador de mercados internacionais. Acompanhe o TradingView no YouTube.

Grafistas – Especulador do mercado de ações nacional e criptomoedas. Confira suas análises no TradingView.

IFINOX – é o perfil oficial em Português da plataforma de negociação IFINOX. Tráz ideias em criptoativos, commodities e forex. Confira suas análises no TradingView.

Gostou desta notícia? Baixe o nosso app para ler, em apenas um clique, esta e mais de 150 matérias diárias.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , ,

Última atualização por TradingView - 10/03/2020 - 9:50

Pela Web