Com demanda fraca, preço do leite pago a produtor atinge menor nível desde março

28/01/2022 - 11:59
Esse valor é 5,6% inferior ao registrado em igual período de 2021 (Imagem: Pixabay/tookapic)

Pressionado pela demanda enfraquecida, o preço do leite captado em dezembro do último ano e pago aos produtores em janeiro recuou 0,6% ante o mês anterior, cotado a R$ 2,1093 o litro na “Média Brasil” líquida do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP).

Esse valor é 5,6% inferior ao registrado em igual período de 2021, e também o menor nível desde março do ano passado, em termos reais, deflacionados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

O Cepea destaca que a queda de preços ao produtor, apesar de ser típica para esta época do ano, não está relacionada a um excedente de oferta.

A entidade atribui o cenário à fragilidade da demanda por lácteos e à perda do poder de compra no mercado interno. Com dificuldade em assegurar uma boa liquidez, a tendência entre dezembro e janeiro foi de aumento dos estoques e de necessidade de baixar as cotações negociadas com os canais de distribuição.

Um levantamento do Cepea em parceria com a Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) mostra que, em dezembro, houve oscilação de preços para os lácteos com tendência de queda no Estado de São Paulo. Ainda assim, na média para o mês, os preços do leite UHT e do leite em pó não recuaram: ficaram 1,1% e 0,8% acima da média de novembro, respectivamente.

Para a mussarela, por outro lado, houve queda de 5,7% no mesmo período.

O centro de estudos avalia também que as irregularidades no regime de chuvas diminuíram a qualidade da alimentação animal, ao mesmo tempo em que os preços dos insumos subiram.

Em dezembro, foram necessários 41,50 litros de leite para adquirir uma saca de 60 quilos de milho, ante 38,52 litros registrados no mês anterior.

Soma-se a este cenário o encarecimento de insumos provocado pela alta nas commodities e a desvalorização do real ante o dólar.

Nesse contexto, segundo o Cepea, os investimentos na pecuária leiteira têm sido comprometidos, com perda no potencial produtivo. Assim, a oferta de leite manteve-se enxuta no campo e o Índice de Captação de Leite da entidade (ICAP-L) registrou queda de 1,9% de novembro para dezembro.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 28/01/2022 - 13:13

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto