Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Com fome de crescimento, Mondial compra fábrica da Sony em Manaus e quer ampliar linha de produtos

05/12/2020 - 11:58
Mondial
Segundo a empresa, com essa aquisição, a unidade atual será gradativamente transferida para o novo espaço, com área total de 55 mil m² e 27 mil m² de área construída (Imagem: Mondial/Divulgação)

A Mondial, fabricante de eletrodomésticos, comprou a fábrica da Sony, localizada na Zona Franca de Manaus, e todos os seus equipamentos. O valor da aquisição não foi divulgado.

O negócio ainda precisa de aprovação dos órgãos competentes. Com isso, a empresa, que é totalmente brasileira e possui 20 anos de atuação, antecipa os planos para entrada em novas linhas e segmentos de produtos.

A marca pretende ainda expandir sua capacidade de produção de aparelhos de som. A empresa já possui uma fábrica na região desde 2014, onde são produzidos DVDs, caixas de som acústicas de média e alta potência, thunder, boombox e outros produtos da linha de áudio e vídeo.

Segundo a companhia, a unidade atual será gradativamente transferida para o novo espaço, com área total de 55 mil metros quadrados e 27 mil metros quadrados de área construída. Além disso, a Mondial planeja fabricar novas linhas de produtos.

“Estratégias que estavam definidas para acontecerem nos próximos anos serão antecipadas, tanto no incremento de produção das linhas atuais, como na entrada nos novos segmentos de produtos. Faremos três anos em seis meses”, diz Giovanni M. Cardoso, co-fundador da Mondial.

Expansão acelerada

Atualmente, a Mondial mantém 240 funcionários na unidade de Manaus, que integram os 3.700 colaboradores da empresa no Brasil.

Um plano prevê a contratação de mais 200 colaboradores para o início da operação no novo endereço e mais 220 a partir do segundo semestre de 2021, quando se inicia a produção das novas linhas, totalizando na unidade de Manaus 660 funcionários, fechando 2021 com um total de 4.120 colaboradores.

Só neste ano, a Mondial investiu mais de R$ 60 milhões em estruturas industriais, equipamentos e moldes e aumentou em 30% o parque de injetoras, além de contratar 400 novos colaboradores na fábrica da Bahia. Além disso, ampliou em 67% os investimentos em marketing.

“A nova fábrica é só uma parte dos nossos planos, ainda em 2021, pretendemos complementar a linha de eletrodomésticos portáteis, aumentar o nosso market share em todos os segmentos de atuação e elevar a nacionalização de produção”, afirma Giovanni.

A Mondial caminha para fechar 2020 com 36% de participação de mercado em eletroportáteis.

“Nossa estratégia de negócios, fez a Mondial ter um desempenho acima do planejado no ano de 2020. Foram registrados, em alguns meses, picos de crescimento em market share, com ganhos adicionais de 5 e 6 pontos percentuais”, completa o executivo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 05/12/2020 - 11:58

Pela Web