Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Comercialização de CBios bate recorde após revisão de metas para 2020, diz Unica

16/09/2020 - 14:13
Combustível
Segundo comunicado da entidade, o estoque de CBios na bolsa teve alta de 1,11 milhão na primeira quinzena de setembro (Imagem: REUTERS/Stringer)

A comercialização de créditos de descarbonização (CBios) para distribuidoras de combustíveis no Brasil registrou um aumento significativo depois de o governo publicar metas revisadas para 2020, disse nesta quarta-feira a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

Segundo comunicado da entidade, o estoque de CBios na bolsa teve alta de 1,11 milhão na primeira quinzena de setembro, enquanto as negociações para as distribuidoras atingiram um recorde de 321,16 mil créditos no período –volume superior ao negociado nos últimos quatro meses.

Na última quinta-feira, o governo reduziu pela metade as metas para aquisição de CBios pelas distribuidoras no ano, citando impactos da pandemia de Covid-19 ao mercado.

Com isso, a meta do programa que se inicia passou a ser de 14,5 milhões de créditos em 2020, ante objetivo inicial de 28,7 milhões.

“Começamos a acompanhar a movimentação do mercado de CBios motivada pela publicação das metas revisadas para o ano de 2020”, disse em nota o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.

“O importante neste momento é que o RenovaBio entre de fato em operação, tornando realidade uma das maiores políticas de descarbonização dos transportes do mundo”, acrescentou, fazendo referência ao programa local de descarbonização, que contribui com as metas do Brasil no Acordo de Paris e dá impulso à indústria de biocombustíveis.

Segundo a Unica, o preço médio do CBio nos 15 primeiros dias de setembro variou de 19,75 reais a 24 reais.

A entidade informou que 657,97 mil CBios foram negociados desde o final de abril, o equivalente a 8,1% do estoque disponível. As distribuidoras de combustíveis, partes obrigadas a adquirir os créditos, compraram quase 94% desse montante.

Citando dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a Unica acrescentou que desde o início do RenovaBio, em dezembro do ano passado, foi registrada a emissão de lastro para 8,54 milhões de CBios, cerca de 60% da meta para 2020, e que cerca de 8,10 milhões de créditos estão disponíveis para negociação na B3.

Além da meta revisada para 2020, o governo também propôs a compra de 24,8 milhões de CBios por distribuidoras no ano que vem. Os objetivos avançam gradualmente a cada ano, até que atinjam 90,67 milhões de créditos em 2030.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 16/09/2020 - 14:13