Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Comercialização de etanol no Centro-Sul cresce mais de 20% em janeiro

Diana Cheng
24/01/2019 - 15:12
(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A quantidade total de etanol comercializado pela região Centro-Sul fechou em 1,26 bilhão de litros na primeira quinzena de 2019, segundo dados divulgados pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica). Com isso, o crescimento registrado em comparação com o mesmo período de 2018 foi de 20,78%.

Vale deverá apresentar “fortes resultados” no quarto trimestre, diz Safra

+ Veja aqui quais são as pequenas gigantes da Bolsa que podem te ajudar a transformar centavos em milhões

A maior parte do montante – 1,19 bilhão – foi destinado ao mercado doméstico. Os outros 66,15 milhões foram para exportação.

As vendas do etanol hidratado no país continuam dando sinais de expansão. Só nos primeiros quinze dias do ano, o volume chegou a 866,82 milhões de litros, 32,10% frente ao mesmo período do ano anterior.

2018

O mercado de combustíveis do ciclo Otto caiu 3% em 2018 quando comparado com 2017. O hidratado, por outro lado, deve apresentar crescimento, chegando a 26% no balanço de 2018 contra os 17,8% do ano anterior, o que permitiu uma economia de R$ 6,5 bilhões aos consumidores brasileiros. Isso se deve principalmente à redução de 13% do consumo de gasolina C e ao aumento de mais de 40% da demanda de etanol.

Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da Unica, afirma que, nos últimos três meses do ano, o hidratado registrou uma participação próxima a 30% no mercado de combustíveis leves, o que reflete a alta competitividade do produto renovável em relação à gasolina.

As vendas acumuladas de etanol entre o início da safra 2018/2019 e 16 de janeiro somaram 24,34 bilhões de litros, sendo 1,29 bilhão voltados para exportação e 23,05 para consumo do mercado interno.

Moagem e produção

No Centro-Sul, o volume de cana-de-açúcar processada nos primeiros 15 dias de janeiro foi de 523,5 mil toneladas. No acumulado da safra 2018/2019, houve queda de 3,55% frente ao ciclo anterior, fechando em 562,67 milhões de toneladas.

Com a baixa moagem, as produções de etanol e açúcar também caíram – totalizando 70,35 milhões de litros e o 11,3 mil toneladas na primeira quinzena do ano, respectivamente.

Em adição, Rodrigues chama a atenção para o etanol de milho, que se mostrou majoritário na produção do renovável. Dos 70,35 milhões de litros fabricados na quinzena, 45,82 milhões derivaram do milho.

No acumulado desde a safra 2018/2019 até o último dia 16, o etanol produzido subiu 19,54% em comparação ao ciclo anterior, terminando em 30,20 bilhões de litros (9,14 bilhões do tipo anidro e 21,06 bilhões de hidratado).

Quanto à produção de açúcar, o total foi de 26,35 milhões de toneladas. O resultado se mostrou inferior à quantidade produzida no ciclo passado – 35,83 milhões.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 24/01/2019 - 15:12

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto