Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Compre ações do Bradesco agora e lucre até 60% em um ano, aconselha o Safra

14/08/2020 - 13:40
Bradesco
Meio termo: 2020 não será tão ruim para o Bradesco, mas 2021 não será tão bom, segundo o Safra (Imagem: REUTERS/Sergio Moraes)

O Banco Safra aproveitou a divulgação do balanço do segundo trimestre para atualizar as projeções do Bradesco (BBDC4). Luis Azevedo e Silvio Doria, que assinam o relatório, estabeleceram um preço-alvo de R$ 35 para 2021, pouco acima dos R$ 34 calculados para 2020.

Isso significa que, segundo o Safra, quem comprar as ações do Bradesco pelo atual preço médio poderá lucrar até 60% em um ano. Não por acaso, a recomendação dos analistas é de outperform, isto é, o desempenho esperado está acima da média do mercado.

O novo preço-alvo foi influenciado por um cenário um pouco mais positivo para 2020, caracterizado por uma leve alta do lucro líquido de juros, e por um 2021 um pouco mais difícil, com provisões para inadimplentes maiores que as estimadas anteriormente.

“Acreditamos que 2020 não será tão ruim, quanto esperávamos, mas 2021 também não será tão forte, quanto pensávamos”, afirmam os analistas. Eles lembram que o Bradesco espera que as provisões para devedores duvidosos caia no ano que vem, mas divergem sobre a intensidade da queda.

Inadimplência resistente

Para o Safra, mesmo que as provisões sejam menores que as de 2020, ainda devem permanecer acima do patamar de 2019, caracterizando uma situação intermediária. Dessa forma, os analistas preferiram adotar uma curva mais suave de recuperação do ROE (Retorno sobre Patrimônio Líquido, na sigla em inglês).

O Safra também elevou sua estimativa de lucro deste ano em 5%, para R$ 17,4 bilhões, mas cortou em 9,6% a de 2021 (para R$ 24,5 bilhões).

Com base na teleconferência de resultados com a diretoria do Bradesco, os analistas também esperam que a inadimplência na carteira de crédito não seja tão grande, no curto prazo, quando supunham, mas advertem que ela permanecerá alta por um bom tempo. Por isso, o Safra elevou a estimativa de provisão para inadimplentes de 2021 de R$ 17 bilhões para R$ 21 bilhões.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 14/08/2020 - 13:47