Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Confira as 5 principais notícias do mercado internacional nesta terça-feira

05/11/2019 - 10:16
Aqui está o que você precisa saber nos mercados financeiros na terça-feira, 5 de novembro (Imagem: Pixabay)

Por Investing.com

Os EUA podem estar dispostos a cancelar algumas de suas tarifas sobre importações chinesas para garantir uma trégua comercial, Uber (UBER) continua a sofrer sangrias de caixa e a Opep corta as previsões de longo prazo para a demanda de petróleo em seu relatório anual.

Aqui está o que você precisa saber nos mercados financeiros na terça-feira, 5 de novembro.

1. EUA vão abrir mão das tarifas?

Os EUA podem reverter algumas das tarifas impostas às importações chinesas nos últimos 18 meses para garantir uma trégua temporária em sua guerra comercial com o país asiático, de acordo com reportagens do Financial Times e do The Wall Street Journal.

Os jornais informaram que Washington pode anular a tarifa de 15% de mercadorias, incluindo vestuário, monitores de tela plana e outros aparelhos elétricos aplicadas em setembro, em troca de ‘compromissos reforçados’ com respeito aos direitos de propriedade intelectual e compras de produtos agrícolas dos EUA.

EUA Estados Unidos
Os jornais informaram que Washington pode anular a tarifa de 15% de mercadorias, incluindo vestuário, monitores de tela plana e outros aparelhos elétricos aplicadas em setembro (Imagem: REUTERS/Ammar Awad)

Durante a madrugada, os mercados chineses saltaram quando o banco central cortou sua taxa de juros anual pela primeira vez em três anos, para aliviar a piora da situação de liquidez no mercado local de títulos.

Ao mesmo tempo, o presidente Xi Jinping prometeu que a China abriria suas portas “cada vez mais” ao comércio global, mas não disse nada específico sobre o acordo proposto com os EUA. O iuan respondeu subindo 7 por dólar pela primeira vez desde agosto.

2. Ações devem abrir em alta

Os mercados de ações dos EUA devem estender seus ganhos recentes na abertura, apoiados pelos comentários de Xi e das reportagens sobre a disposição dos EUA de reverter as tarifas.

A trégua comercial está chegando na hora certa: a partir de 1º de novembro, os ganhos combinados caíram no terceiro trimestre do S&P 500 em -2,7%, de acordo com a FactSet.

The S&P Global S&P
A trégua comercial está chegando na hora certa: a partir de 1º de novembro, os ganhos combinados caíram no terceiro trimestre do S&P 500 em -2,7%, de acordo com a FactSet (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

Se esse ainda for o caso no final da temporada, ele marcará a primeira vez que o índice registrou três trimestres consecutivos de queda nos ganhos anuais desde meados de 2016. Isso também marcará o maior declínio anual nos resultados desde o segundo trimestre de 2016, quando os ganhos caíram 3,2%.

A lista de ganhos do dia é liderada pela fabricante de dispositivos médicos Becton Dickinson, Allergan, mineradora de ouro Newmont Goldcorp, Match Group (proprietário do Tinder), Regeneron Pharma e grupo de produtos de alumínio Arconic.

3. Uber continua a sangrar

O Uber relatou outra perda impressionante no nível operacional básico, levantando novamente questões sobre seu caminho para a lucratividade.

A empresa perdeu US$ 1,2 bilhão antes de juros, impostos, depreciação e amortização. Isso quase não melhora os US$ 1,3 bilhão que perdeu no segundo trimestre (excluindo US$ 3,9 bilhões em custos não-financeiros do IPO).

A empresa perdeu US$ 1,2 bilhão antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

O CEO Dara Khoshroshahi disse que a empresa espera ser lucrativa em nível de Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) em 2021, mas os investidores não ficaram convencidos e empurraram as ações para baixo em 5,5% nas negociações após o horário comercial.

Um aumento de 60% nas perdas de Ebitda no Uber Eats, em linha com o crescimento de sua receita, parecia desconfortavelmente semelhante ao fracasso da WeWork de superar as perdas operacionais e vem no contexto de perspectivas terríveis para o negócio de entrega de alimentos da Grubhub.

4. Balança comercial, JOLTS e pesquisas de serviços devem ser divulgadas

É um dia relativamente movimentado para dados econômicos, com várias pesquisas sobre a saúde do setor não industrial liderando o caminho. Os números da balança comercial dos EUA em setembro serão divulgados às 9h30 (horário de Brasília) e seguidos pela pesquisa Redbook do Fed de grandes varejistas às 9h55.

Logo em seguida pelos índices do setor de serviços da IHSMarkit e pelo índice composto de gerentes de compras para outubro às 10h45 e, em seguida, à pesquisa do setor não-industrial do Institute of Supply Management 15 minutos depois.

Também haverá discursos do presidente do Fed de Richmond, Thomas Barkin, às 9h00 e do presidente do Fed de Dallas, Robert Kaplan, às 13h40.

Os contratos futuros de petróleo dos EUA subiam 0,8%, atingindo uma alta de seis semanas depois do relatório (Imagem: Reuters/Leonhard Foeger)

5. OPEP reduz previsões de demanda de petróleo no longo prazo

A Opep reduziu suas previsões de crescimento de longo prazo na demanda de petróleo para 104,8 milhões de barris por dia até 2024 e 110,6 milhões de b/d até 2040.

A demanda desacelerará para cerca de 500.000 b/d no final da década de 2020, afirmou em seu relatório anual World Oil Outlook. Isso representa apenas um terço do crescimento de 1,4 milhão de b/d do ano passado.

O cartel também indicou que seu próprio domínio no mercado enfraquecerá nos próximos cinco anos, já que sua produção de petróleo bruto e outros líquidos cairá para cerca de 32,8 milhões de barris/dia até 2024, ante os 35 milhões de barris de hoje.

Os contratos futuros de petróleo dos EUA subiam 0,8%, atingindo uma alta de seis semanas depois do relatório. O próximo teste do mercado será às 17h30, com o relatório semanal do Instituto Americano de Petróleo sobre suprimentos de petróleo nos EUA.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 05/11/2019 - 10:16

Cotações Crypto
Pela Web