Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Confira as melhores aplicações de 2017

02/01/2018 - 7:42

Por Ângelo Pavini, da Arena do Pavini

Índice Bovespa terminou o último pregão de 2017 em alta de 0,43%, aos 76.402 pontos, perto da máxima histórica, de 76.990 pontos atingida em 13 de outubro deste ano, segundo dados da Economatica. Com isso, o índice acumulou alta de 1,62% na semana, 6,16% no mês e 26,86% no ano, liderando em rentabilidade as principais aplicações do mês. Foi o segundo ano de forte alta da bolsa, já que em 2016 o Ibovespa registrou ganho de 38,94%. A melhora das condições da economia e a perspectiva de maiores ganhos das empresas justificam as altas, uma vez que o mercado acionário antecipa a recuperação do país.

Além das ações, as aplicações em ouro e em renda fixa foram destaque neste ano, conturbado por dois pedidos de afastamento do presidente da República, Michel Temer, e vários escândalos políticos envolvendo o presidente, seus aliados, e figuras importantes de vários partidos. O ouro termina 2017 com alta de 11,11%, refletindo as incertezas nos mercados internacionais com os conflitos entre Estados Unidos e Coreia do Norte, as acusações contra o presidente americano Donald Trump, e com o futuro da Europa em meio às tentativas de independência da Catalunha, na Espanha.

Já os fundos de renda fixa se beneficiaram da queda dos juros além do esperado pelo mercado. Basta lembrar que o Relatório Focus de dezembro de 2016 projetava uma taxa de juros Selic no fim deste ano de 10,25% e uma inflação do IPCA de 4,87% e um IGP-M de 5,08%. Os juros acabaram em 7%, o IPCA abaixo de 3% e o IGP-M foi negativo em 0,52%, a maior deflação desde 2009.

Com isso, os papéis prefixados ou corrigidos pela inflação com juros reais mais altos tiveram ganhos expressivos. E os fundos de renda fixa ganharam com isso. Os fundos renda fixa de duração média (prazo médio) fecharam o ano com ganhos acima de 10%, conforme projeções da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais ( Anbima). Com exceção de dezembro, que apresentou a maior alta do IGP-M do ano, de 0,89%, a renda fixa ganhou tranquila da inflação no ano, e até mesmo do CDI, referencial da renda fixa privada, que acompanhou a queda da taxa básica Selic. Até a sofrida poupança conseguiu um retorno considerável sobre os preços.

Já o dólar ameaçou dar uma acelerada no fim do ano, mas acabou patinando, apesar da expectativa de crescimento maior nos Estados Unidos após a aprovação da reforma tributária que reduzirá os impostos de empresas e pessoas físicas. O receio de que o crescimento maior seja acompanhado de alta dos juros americanos fez a moeda ganhar espaço nas últimas semanas, para fechar dezembro com alta de 1,31% e 1,92% no ano. Os dados são até hoje, já que amanhã, mesmo sem bolsa de valores ou mercados futuros, ainda haverá negociação da moeda americana para o Banco Central definir a taxa do último dia do ano. Hoje o dólar fechou a R$ 3,31 para venda no mercado comercial. No mercado turismo, o dólar fechou a R$ 3,45 para venda, em alta de 1,17% em dezembro e 1,47% no ano.

Abaixo, as maiores rentabilidades no mês e no ano.

Rentabilidades no mês
Aplicação Dezembro No ano Liq mês Liq. Ano
Ibovespa 6,16 26,86 6,16 26,86
Dólar Comercial 1,31 1,92 1,31 1,92
IGP-M 0,89 -0,52 0,89 -0,52
RF Dur. Alta Grau Invest 0,78 9,61 0,66 8,17
RF Dur. Media Grau Invest 0,64 10,38 0,54 8,82
RF Dur.Livre Grau Invest 0,58 9,82 0,49 8,35
RF Dur. Baixa Grau Invest 0,56 10,17 0,48 8,65
RF Dur. Baixa Soberano 0,53 9,92 0,45 8,43
CDI 0,51 9,90 0,43 8,42
Poupança 1 0,50 6,80 0,50 6,80
Poupança 2 0,47 6,70 0,47 6,70
Renda fixa Simples 0,44 8,65 0,35 6,92
RF Dur. Livre Credito Livre 0,33 9,78 0,28 8,32
Ouro 0,00 11,11 0,00 11,11

 

 

Rentabilidades Em 2017 (%)
Aplicação Dezembro No ano Liq mês Liq. Ano
Ibovespa 6,16 26,86 6,16 26,86
Ouro 0,00 11,11 0,00 11,11
RF Dur. Media Grau Invest 0,64 10,38 0,54 8,82
RF Dur. Baixa Grau Invest 0,56 10,17 0,48 8,65
RF Dur. Baixa Soberano 0,53 9,92 0,45 8,43
CDI 0,51 9,90 0,43 8,42
RF Dur.Livre Grau Invest 0,58 9,82 0,49 8,35
RF Dur. Livre Credito Livre 0,33 9,78 0,28 8,32
RF Dur. Alta Grau Invest 0,78 9,61 0,66 8,17
Renda fixa Simples 0,44 8,65 0,35 6,92
Poupança 1 0,50 6,80 0,50 6,80
Poupança 2 0,47 6,70 0,47 6,70
Dólar Comercial 1,31 1,92 1,31 1,92
IGP-M 0,89 -0,52 0,89 -0,52

Fonte: B3, Banco Central, Anbima, FGV. Os dados de fundos são projeções feitas pela Anbima com base nas cotas até dia 22 de dezembro. O imposto de renda das aplicações de renda fixa é calculado com base em uma alíquota de 15%, válida para aplicações acima de 2 anos. O rendimento da poupança nova (aplicações feitas a partir de 4 de maio de 2012) mudou a partir de novembro deste ano e passou a ser de 70% da taxa Selic. A poupança antiga continua rendendo 0,5% ao mês

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Gustavo Kahil - 01/01/2018 - 23:16

Cotações Crypto
Pela Web