Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Os 10 fundos imobiliários preferidos dos grandes investidores

18/05/2020 - 13:23
De forma geral, o momento é de renegociações de aluguéis, atrasos nos pagamentos e inadimplência de alguns locatários, o que causa diminuição na rentabilidade (Imagem: Unsplash/@lucasmarcomini)

Os fundos imobiliários (FIIs) não estão ilesos em relação à Covid-19. O segmento sente os efeitos do isolamento social, da restrição da circulação de pessoas e da diminuição da atividade econômica no país.

De forma geral, o momento é de renegociações de aluguéis, atrasos nos pagamentos e inadimplência de alguns locatários, o que causa diminuição na rentabilidade, quedas na distribuição de dividendos e até a suspensão temporária desses proventos.

O mercado de FIIs enfrenta alta volatilidade no curto prazo. Em abril, o Ifix, índice dos fundos imobiliários negociados na Bolsa, teve leve reação, uma alta de 4,39%, mas no acumulado do ano a queda foi de 18,58%.

Contudo, há oportunidades para quem busca retornos no médio e longo prazo, em estratégias de diversificação de carteiras.

Nessa conjuntura, veja quais foram os FIIs preferidos em abril, segundo o Big Data SmartBrain, estudo feito a partir do cruzamento de dados da nossa plataforma de consolidação de investimentos que processa 210 mil extratos diariamente que somam mais de R$ 120 bilhões de investidores que são atendidos por assessores independentes.

Veja os Top 10 FIIs favoritos em abril:


Dos 10 FIIs mais investidos no mês de abril, cinco são novos em relação ao ranking do mês anterior. São eles, o MXRF11, fundo de CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) da XP Asset Management; o VISC11, fundo da área de shopping centers que tem a gestão da Vinci Partners; o UBSR11, fundo de recebíveis imobiliários com preponderância de CRIs sob o comando da REC Gestão de Recursos. E ainda, o HFOF11, fundo de fundos diversificado em lajes corporativas, shoppings, galpões logísticos, agências bancárias e títulos mobiliários da Hedge Investments e o VGIR11, fundo de CRIs da Valora Investimentos.

Os demais fundos já constavam na lista de em março, apesar de mudanças nas suas posições no ranking.

Em abril, a maior valorização foi do BCFF11, FOF do BTG Pactual, uma alta de 9,64%. A carteira dele tem fundos imobiliários de tijolo, bem como fundos de títulos mobiliários, incluindo CRIs, Letras Hipotecárias (LHs) e Letras de Crédito Imobiliário (LCIs).

A pior performance foi do HGRE11, fundo de escritórios comerciais do Credit Suisse, que teve uma queda de 4,09% no mês.

Dos 10 FIIs preferidos, 7 tiveram desempenhos positivos no mês passado, porém, no ano, todos acumulam perdas.

Simule fundos imobiliários na sua carteira. Teste novas estratégias no seu portfólio no simulador de investimentos do Money Times!

Ou use o comparador de investimentos do Money Times para escolher os melhores FIIs!

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Gustavo Kahil - 18/05/2020 - 19:09