Confirmado baixo de poder de compra de carne bovina, frigoríficos recuam

17/05/2021 - 10:05
Carnes
Carne no atacado perde de R$ 0,10 a R$ 0,30 sob recuo dos varejistas (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

Os frigoríficos acabaram cedendo um pouco à pressão do varejo e reduziram suas margens na média computada até o final da última semana.

Como Money Times informou na quinta (13), que essa possibilidade poderia se concretizar, com base na percepção Agrifatto, foi confirmado.

O boi casado, ou carcaça casada (traseiro, ponta de agulha e dianteiro) estava travado desde a semana anterior em torno dos R$ 19 a R$ 19,20, e caiu para R$ 18,90 o kg.

Inclusive os cortes dianteiro com osso e ponta de agulha também foram reduzidos para R$ 17,20, segundo informe da consultoria nesta manhã de segunda (17).

A capacidade de compra do consumidor está mantida sob compressão, agravada com o distanciamento maior do pagamento de maio, para a população empregada, e sem apoio suficiente do novo auxílio emergencial.

A queda de braço no atacado foi reproduzida entre frigoríficos e produtores. Em uma semana ganhos e perdas na @, pelo indicador base Cepea, a sexta fechou em queda de 1,57% – após a alta de 1,35% na quinta – com o preço de R$ 307 para São Paulo.

Mas a média de negócios está aproximadamente em R$ 310, de acordo com a padronização dos animais, qualidade e volume dos lotes.

Inclusive o Balizador GPB Datagro deu média de R$ 309,10.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 17/05/2021 - 11:18

Pela Web