Coluna do Valério Klug

Conheça o operacional dos formadores de mercado

09 jun 2024, 12:00 - atualizado em 09 jun 2024, 12:45
wall street ibovespa morning times banco central campos neto petrobras mercado
A tecnologia permite acompanhar o mercado com dados quantitativos apurados ou com ferramental mais específico. (Imagem: Getty Images Signature/Canva)

Em um mercado cada vez mais concorrido, onde o conhecimento é um grande diferencial, a utilização de ferramentas mais eficientes e técnicas mais profissionais se sobressaem sobre as técnicas tradicionais.

Vivemos em um ambiente com constante evolução tecnológica e novas possibilidades chegam dia a dia, seja pela IA (Inteligência Artificial), com dados quantitativos apurados ou com ferramental mais específico.

Uma dessas técnicas que tão comentada e ainda desconhecida por muitos é o Gradiente Linear. Ela utiliza dados quantitativos para identificar áreas de movimento de cotações no dia para Daytrade, tendo como ferramenta uma semi-automatização que coloca um pacote de ordens nessa área de cotações.

Isso gera diversos micro trades acumulativos, sendo parte de sua estratégia um sistema de controle de risco e resultados estatísticos.

Os modelos são muito rígidos nos controles de risco e em curto espaço de tempo operacional muda radicalmente a visão de mercado. Segundo diversos operadores que utilizam a técnica e as ferramentas, o Gradiente Linear traz diversos benefícios, como melhorando técnicas tradicionais de trade como a Análise técnica e filtrando mais as tão difíceis leituras pontuais, uma vez que o sistema utiliza uma grande área do gráfico diário.

Verificando os resultados médios desses operadores, contatou-se o rápido crescimento de rendimentos. Isso porque a técnica é bastante ampla, tendo diversos modelos de preenchimento de boletas, como a “esgotamento”, que atinge extremidades, boleta “direcional” (que permite um viés direcional com baixo risco) e a boleta “integrada” (que permite arbitrar consolidações entre dois derivativos).

Outro fato importante relatado é que havia um desconhecimento sobre os modelos quantitativos, pois é mais conhecida a Análise Técnica e o Fluxo, ao qual nem todos se adaptam nas suas leituras, como a estatística mostra uma área e a ferramenta cobre essa região os trades tendem a ser mais suaves e contínuos.

Geralmente os operadores de Gradiente Linear atuam em grupos, de forma organizada, gerando pressão sobre essas regiões.

Um grande incentivador desta técnica no Brasil tem sido a Empiricus, ao qual inova trazendo a técnica, ferramental específico e organizando a comunidade em uma sala. Quem não viu notícias de grupos atuando juntos e de forma organizada sobre o mercado no exterior? Pois bem, nosso mercado também cresce e se organiza e o Trader que inova sempre estará à frente dos demais.

E qual é sua posição no mercado hoje? Se desenvolver em novas tecnologias ou apenas assistir às coisas acontecerem.

Valério Klug é estrategista de mercado, sócio da Quantse Research, desenvolvimento de tecnologias. Atua no desenvolvimento de sistemas gerencias financeiros, desenvolvimento de algoritmos e plataformas. Com 18 anos de mercado é especialista em modelos de precificação.
Valério Klug é estrategista de mercado, sócio da Quantse Research, desenvolvimento de tecnologias. Atua no desenvolvimento de sistemas gerencias financeiros, desenvolvimento de algoritmos e plataformas. Com 18 anos de mercado é especialista em modelos de precificação.
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.