Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Consórcio chinês está perto de comprar geradora argentina Stoneway, dizem fontes

11/12/2019 - 10:26
Energia elétrica
A China Huadian e seus parceiros vão adquirir uma fatia de cerca de 80% da Stoneway (Imagem: Unsplash/@mischievous_penguins)

Um consórcio de empresas chinesas liderado pela China Huadian está perto de comprar uma participação majoritária na geradora de energia argentina Stoneway Group, segundo pessoas com conhecimento do assunto.

A Huadian – uma das várias empresas estatais chinesas de geração de energia que surgiram depois de uma reforma do setor em 2002 – e seus parceiros vão adquirir uma fatia de cerca de 80% da Stoneway. O grupo fará a aquisição em três tranches por meio da unidade China Huadian Engineering, disseram as pessoas, que não quiseram ser identificadas.

A Stoneway vai manter os atuais administradores, e o consórcio planeja usar a empresa, incorporada no Canadá, para fazer aquisições na América Latina. O acordo está sendo negociado por um membro da família que controla a Stoneway, Rogelio Nores, que está em Pequim para as negociações, disse uma das pessoas.

Um representante da Stoneway não quis comentar. Os representantes da Huadian e da unidade de engenharia não responderam a e-mails e várias ligações em busca de comentários.

Uma vez concluída, a aquisição ampliará o alcance da China no setor de energia da região. Na Argentina, a empresa adquiriu anteriormente duas hidrelétricas, e a Chinese State Grid acabou de concluir a aquisição da Sempra Energy por US$ 2,2 bilhões, que incluiu alguns dos ativos de energia da Sempra no Chile.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

O acordo com a Stoneway era originalmente planejado para o início do ano, mas foi adiado em meio à volatilidade política após as eleições primárias na Argentina. Na época, a Huadian tentava comprar 50% da Stoneway por conta própria.

A Stoneway, com aproximadamente 687 megawatts de capacidade de geração de energia, opera na Argentina por meio das unidades Araucaria Energy e SPI Energy. A empresa construiu quatro usinas elétricas nos últimos três anos e está expandindo a capacidade em uma delas.

Para financiar os projetos, a Stoneway Capital, uma unidade da empresa, vendeu em 2017 títulos junk de 10 anos. Cerca de US$ 588 milhões permanecem nas mãos dos investidores, e o título é negociado a cerca de 54 centavos de dólar. Embora os títulos tenham uma cláusula de mudança de controle que exigiria que os proprietários recebessem 101 centavos de dólar, é improvável que essa provisão seja acionada, porque é a controladora que está mudando de mãos, e não a unidade que emitiu os títulos.

A Stoneway também possui um empréstimo pendente de quase US$ 200 milhões com a Gramercy Funds Management e Gemcorp Capital. Essa dívida exige pagamento imediato em caso da venda, permitindo que os fundos saiam do investimento, disse uma das pessoas a par do assunto.

Os representantes da Gramercy e da Gemcorp não quiseram comentar.

Última atualização por Diana Cheng - 11/12/2019 - 10:26

Visto do Reino Unido? Só para “os mais brilhantes do mundo”