Informação independente faz a diferença

Construção de novo estádio do Atlético Mineiro pode ajudar Multiplan

Multiplan
A Multiplan possui, atualmente, uma concessão de 30 anos, que termina em 2026

A decisão do Atlético Mineiro de construir o seu novo estádio poderá entregar para a Multiplan (MULT3), por R$ 250 milhões, cerca de 50,1% do Diamond Hall. O shopping é o único do portfólio da empresa do qual ela não detinha o controle.

Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito

A Multiplan possui, atualmente, uma concessão de 30 anos, que termina em 2026, quando a posse do terreno deverá voltar ao clube.

“Ou seja, até 2026 a Multiplan tem direito a 90% das receitas do shopping, dos quais 15% devem ser pagos ao clube como uma taxa de concessão. Os 10% de receitas restantes são mantidos em um regime de concessão similar para o fundo de pensão da Usiminas”, explicam os analistas Luiz Maurício Garcia e Renato Chanes.

Segundo eles, o movimento é atrativo, mas ligeiramente negativo no curto prazo. “Incorporando a aquisição ao nosso modelo, os efeitos financeiros negativos do desembolso de R$ 250 milhões devem ser parcialmente compensados pela menor taxa Selic. Como resultado, o efeito sobre o resultado operacional, entre 2018 e 2019, foi estimado como negativo em 2,5%, calculam.

O Bradesco optou por cortar a recomendação para as ações de compra para neutra após o bom desempenho para realizar lucros. O preço-alvo foi mantido em R$ 77.


 

Últimas Notícias