Conteúdo Empiricus

A nova Tesla? Investidores americanos procuram sócios para comprar uma empresa de veículos elétricos de grande porte. Veja como investir com menos de US$ 20

A empresa a ser adquirida pelo grupo de investidores deve entrar na Bolsa de Valores de Nova York a partir do dia 23/04. Veja aqui como investir. 

Imagem: andreas160578/Pixabay

Se você pudesse investir em uma empresa canadense de fabricação de carros elétricos antes dela ter seu papel negociado na Bolsa de Valores de Nova York, você investiria?

E se você pudesse entrar para um grupo de investidores prestes a adquirir a empresa antes mesmo de sua entrada na Bolsa com menos de 20 dólares?

Pois é exatamente isso que alguns investidores brasileiros estão fazendo nesse exato momento.

A nova Tesla? 

Depois do sucesso das ações da Tesla, o assunto do momento são os carros elétricos.
Esse é, sem dúvida, um dos setores que mais crescem no mundo.

Somente nos próximos 20 anos, espera-se que 323 milhões de veículos elétricos e híbridos estejam em circulação, o que representa um aumento de 30 vezes em relação ao nível atual. 

Uma outra projeção, da consultoria Morgan Stanley, estima que em 2030 cerca de 16% da frota global de veículos de passeio será movida a baterias. 

SAIBA COMO SE TORNAR SÓCIO DA PRÓXIMA FABRICANTE DE VEÍCULOS ELÉTRICOS PRESTES A ENTRAR NA BOLSA DE VALORES DE NOVA YORK

E tudo indica que a década de 2020 será o estopim para a transição definitiva da mobilidade tradicional para a mobilidade elétrica à medida que as montadoras tradicionais já correm contra o tempo para adaptar-se a esta tendência.

Fabricantes como Toyota, Volkswagen, Hyundai e GM, já anunciaram o interesse no setor e investem pesado no tema e, antes o que era a maior dificuldade da indústria já se torna um dos pontos fortes da mesma: o carregamento. 

A Shell já planeja 500 mil estações de carregamento para veículos elétricos até 2025, se tornando a última companhia a adaptar-se ao “boom” dos carros elétricos.

O que parece uma tendência para alguns, para outros se transforma em uma oportunidade única de investimentos em uma dessas mudanças da sociedade que só acontecem uma vez em décadas, como foi com a internet.

Grupo de investidores se unem em uma SPAC à procura de sócios

É o caso desse grupo de investidores americanos que se uniram e foram a público na Bolsa de Valores americana para levantar fundos e adquirir uma empresa de fabricação de veículos elétricos.
Trata-se de um time de pessoas especialistas na área que ainda não possui nenhuma operação, mas já tem suas ações negociadas na Bolsa como uma “SPAC”.
As SPACs (Special Purpose Acquisition Company ou Companhia de Aquisição de Propósito Específico) são empresas com a finalidade exclusiva de levantar fundos para a aquisição futura de outra empresa.

Elas são compostas somente por um time de profissionais, geralmente especialistas em determinada área, que se juntam e vão a público levantar capital para adquirir uma empresa já existente e, na maioria das vezes, com operações já consolidadas de médio ou pequeno porte. 

SAIBA QUAL É A PRÓXIMA SPAC AMERICANA PRESTES A ENTRAR NA BOLSA NO DIA 23 DE ABRIL.
Em um primeiro momento, não há nenhuma operação por trás da SPAC, já que ela é somente um time de pessoas à procura de um negócio em funcionamento para que possam adquiri-lo e levá-lo para a Bolsa, o que deve ocorrer com a SPAC em questão a partir do dia 23/04. 

O segmento do negócio a ser adquirido é previamente divulgado pelo time de profissionais por trás da SPAC, portanto, ao adquirir uma parte em uma SPAC, você sabe somente qual será o time de profissionais que irá atuar nela e qual será a área de atuação da futura empresa a ser comprada.

Melhor que IPO? 

Quando a empresa é identificada e a compra é consolidada, a empresa então começa a ser negociada na Bolsa de Valores no lugar da ação original da SPAC.

Para as empresas e os profissionais envolvidos nela, essa é uma forma mais fácil e rápida em comparação aos tradicionais IPOs de levar uma empresa a público.

Já para o investidor é a chance de comprar uma empresa antes mesmo de seu papel entrar na Bolsa, com pouco capital e com maior liquidez. É importante deixar claro que ele pode vender as ações da SPAC no mercado a qualquer momento, antes mesmo da compra da empresa.

É nesse tipo de negócio que grandes fortunas são feitas. O que explica o grande interesse dos investidores nesse tipo de investimento.

ESTA SPAC ESTÁ PRESTES A ENTRAR NA BOLSA DIA 23 DE ABRIL E O SEU PREÇO ESTÁ EXTREMAMENTE ATRATIVO.

Isso aconteceu com a empresa Draftkings,um site de apostas norte-americano que se fundiu com uma SPAC, chamada Diamond Eagle Acquisition Corp. 

Os acionistas que investiram na SPAC antes da aquisição viram seus investimentos decolarem após o anúncio da fusão, garantindo um retorno de +816% em seus investimentos e transformando 10 mil dólares em mais de meio milhão de reais em uma única operação. 

Uma grande oportunidade para pequenos investidores brasileiros

“As SPACs são uma boa oportunidade para que pequenos investidores brasileiros possam entrar como “sócios” em empresas americanas antes mesmo de seus papéis irem a público, já que para comprar uma parte de uma SPAC você só precisa ter uma conta em uma corretora estrangeira”, explica João Piccioni, especialista em investimentos no exterior da Empiricus.

De fato, abrir uma conta em uma corretora americana ficou cada vez mais fácil e pode ser feito em apenas alguns minutos do seu computador.

Isso deixa o investidor brasileiro ainda mais perto de participar dos grandes lucros proporcionados por algumas SPACs nos últimos anos.

Alto risco e alto potencial de retorno

É importante você saber que nem todos os cases são de sucesso. Boa parte das SPACs não renderam o esperado, causando até prejuízos para alguns dos investidores. Por isso é tão importante contar com ajuda profissional na hora de identificar a oportunidade perfeita nesse mercado. 

DESCUBRA COMO LUCRAR COM SPACS E SAIBA QUAL POSSUI O MAIOR POTENCIAL DE LUCROS ATUALMENTE. 

“As SPACs são como dar cheques em branco para os gestores. Boa parte deles investirá mal esses recursos. A atenção no potencial das companhias e nas teses de investimentos das empresas precisa fazer parte da seleção cuidadosa dos ativos”, pontua Piccioni.

Você pode ser o próximo sócio com menos de 20 dólares

Dentre as diversas opções de SPACs no mercado americano, uma delas chamou a atenção do analista João Piccioni e sua equipe da Empiricus.

Ao contrário das SPACs em estágio inicial, essa já sabe qual será a empresa que irá comprar e o negócio tem até data para ser oficializado: dia 23 de abril. 

Trata-se de uma SPAC que se fundirá em breve com uma companhia canadense voltada para o desenvolvimento de veículos elétricos de grande porte. 

Fonte: Electrive

E o melhor de tudo: você pode se tornar sócio dessa SPAC e investir na empresa de carros elétricos antes mesmo dela entrar na Bolsa de Valores.

E se você acha que para isso você precisa de um alto capital, você não poderia estar mais enganado. Menos de 20 dólares é tudo que você precisa para molhar os pés nesta oportunidade, já que as ações da SPAC estão sendo negociadas neste momento abaixo desse valor.

Um guia gratuito para aproveitar esta oportunidade

Tudo fica ainda melhor quando levamos em consideração a facilidade desse tipo de operação.
Se você é brasileiro e já está pensando no trabalho que terá para conseguir investir nessa SPAC, pode relaxar.

Pensando nos investidores como você, João Piccioni e sua equipe da maior publicadora de conteúdo financeiro do Brasil prepararam um documento onde explicam nos detalhes toda a tese que os levam a acreditar que investir nesta SPAC pode ser uma dessas oportunidades que só acontecem uma vez na vida. 

ESTA É A CHANCE DE BRASILEIROS LUCRAREM COM UMA SPAC AMERICANA. SAIBA MAIS.

Mas eles não pararam por aí e decidiram contribuir para a democratização nos investimentos do exterior, liberando acesso ao público geral para a série Money Rider, onde João ensina tudo que você precisa fazer para começar a investir no exterior e diversificar seus investimentos.

“Eu decidi abrir toda a minha carteira de ações no exterior para aqueles que tenham interesse em participar desta SPAC como sócios. Dessa forma os investidores podem diversificar suas apostas no mercado estrangeiro para mitigar riscos e aumentar ainda mais suas chances de lucros expressivos em dólar.”

Juntamente com os materiais da série, as carteiras recomendadas e todas as informações sobre a SPAC da fabricante de veículos elétricos, os investidores vão receber todas as instruções que necessitam para iniciar seus investimentos de maneira segura e rápida, desde a criação de conta em uma corretora estrangeira, até a transferência de valores e a compra e venda de ativos. 

Para saber mais sobre esta oportunidade e descobrir como liberar o seu acesso gratuito a série Money Rider, basta clicar aqui.

CLIQUE AQUI PARA DESCOBRIR QUAL É A PRÓXIMA SPAC QUE PODE DECOLAR NO MERCADO AMERICANO.