Conteúdo Empiricus

Bitcoin morreu? Maior criptomoeda do mundo está sendo ofuscada por nova estrela cripto em ascensão; conheça

(Imagem: Unsplash/executium)

Durante os últimos meses, vimos o bitcoin, principal criptomoeda do mundo, despencar de preço. Comparando com a máxima histórica de US$ 63 mil alcançada pela moeda em abril deste ano, o bitcoin caiu mais da metade no final de junho (22/06), atingindo a marca de 29 mil dólares

Desde o tweet de Elon Musk anunciando que a Tesla deixaria de aceitar pagamentos com bitcoin, o mercado dos criptoativos anda turbulento. Mas o principal motivo que fez a moeda desabar foi o fato da China ter proibido o uso do BTC no país e ter banido a sua mineração. 

Diante desse cenário, eu vi muita gente se desesperar. Pessoas com medo de perder dinheiro, sem saber se é a hora certa de vender ou reforçar posição… Com medo de o BTC ser furada e não ter mais credibilidade. E nesse contexto de tantos altos e baixos, muitos vem perdendo a confiança de investir na moeda, questionando se, afinal, o bitcoin está próximo de morrer? 

Se esta é sua dúvida, pode ficar tranquilo. O bitcoin já “morreu” mais de 400 vezes. Mas passa bem. 

O bitcoin já foi declarado morto 422 vezes… Esse é apenas mais um funeral – que não vai te impedir de ganhar dinheiro com o mercado cripto

De acordo com o “Bitcoin Obtuaries”, a moeda já foi declarada morta 422 vezes. Mas veja bem: todos esses episódios foram seguidos de uma ressurreição assustadora que gerou ainda mais lucro para seus investidores. Como assim? Eu te explico:

Não sei se você lembra, mas já tentaram derrubar o bitcoin outras vezes. Em 2018, o Bitcoin teve uma queda absurda de -72%. “Morreu”, diziam as manchetes. Porém, quem comprou o Bitcoin em 2018 está hoje com um retorno de +885%.

Inclusive, não é a primeira vez que a China tenta banir o bitcoin. A mesma coisa já aconteceu no passado, em 2013.

Fonte: Bloomberg

“China proíbe empresas financeiras de realizar transações com Bitcoin”. O resultado? Uma queda de aproximadamente 47% lá em 2013, semelhante a que vimos acontecer mês passado. Na época, parecia o fim do mundo. Naturalmente, quem ficou com medo e tomou suas decisões baseadas nessa queda, vendeu seus bitcoins com um prejuízo de quase 50%. 

Mas hoje, oito anos depois, quando olhamos em retrospecto, essa baixa de 47% parece ínfima. Por quê? O bitcoin valorizou mais de 6.691% após aquela queda de 2013. E quem entrou na jogada e comprou a moeda no momento certo, conseguiu lucrar mais de cinco dígitos, conforme vemos abaixo:

Fonte: TradingView

Naquela época, quem foi na contramão e comprou BTC teve a chance de transformar R$ 100 em R$ 6.791.. Quem investiu R$ 10.000, hoje tem por volta de R$ 679.100. Mais de meio milhão de reais.  

Moral da história: notícias que abalam o criptomercado não passam de um pequeno ruído quando olhamos no longo prazo. E não impede as pessoas de ganharem dinheiro.

Mas se engana quem acredita que é o bitcoin que tem o maior potencial de multiplicar o seu capital. Enquanto todo mundo está preocupado com BTC, a grande oportunidade de fazer dinheiro agora está em uma moeda digital quase desconhecida, que o André Franco identificou como a próxima oportunidade no mercado cripto. Te conto mais sobre ela a seguir:

O bitcoin não é mais a bola da vez no mundo cripto 

Tudo que foi falado acima mostra o que aconteceu e ainda acontece com o bitcoin. Volatilidade e ruídos são comuns. E como o BTC é a principal criptomoeda do mundo, ele também se torna um indicativo de como funciona esse mercado, podendo influenciar no preço e na performance de outros ativos digitais. 

Porém, existem hoje cerca de 5.914 criptomoedas em circulação no mundo. E as maiores oportunidades de multiplicação não estão mais no bitcoin, mas em criptos fora do radar, de acordo com André Franco.  

É por isso que o analista recomenda a compra de mais de 15 criptoativos em sua carteira Exponencial Coins. O bitcoin é apenas um deles (o analista sugere que seus assinantes coloquem 27% do investimento em cripto em BTC), mas não é a cripto mais rentável. 

Com essa estratégia, André conseguiu entregar um retorno de +75% no primeiro semestre deste ano com sua carteira (mesmo com toda a turbulência no mundo cripto). Enquanto isso, o bitcoin rendeu cerca de 15% em reais nesse período. Dá pra ver a diferença?

Quem comprou as criptomoedas fora do radar, além do BTC, conseguiu capturar um ganho de 60% a mais. Estamos falando aqui de um retorno superior ao do Ibovespa (6,54%), renda fixa, ou qualquer outra aplicação tradicional durante o primeiro semestre deste ano. 

A boa notícia é que o André encontrou uma cripto que está no ponto de decolar. Pode ser uma oportunidade para investidores que desejam multiplicar exponencialmente o seu dinheiro e que têm estômago para lidar com a volatilidade. Estamos falando de oportunidades de fazer fortuna que nenhuma outra classe de investimento é capaz de igualar…  

O timing perfeito fez o bitcoin subir +3.748.300.000%; você perdeu essa, mas pode embarcar na próxima estrela em ascensão no mundo cripto

Provavelmente você não foi um dos felizardos que comprou bitcoin há anos atrás e segurou até o topo quando o ativo se valorizou +3.748.300.000%.

 Fonte: Coinmarketcap

Dez reais era tudo que você precisava para ter comprado o bitcoin a preço de banana e ter visto seu dinheiro multiplicar diante dos seus olhos. Mudar de patamar de vida. Estar com a conta recheada de milhões de dólares. 

Era só ter comprado BTC na hora certa que tudo seria diferente. 

Mas se você ficou de fora dessa, o André quer te apresentar uma nova oportunidade

Enquanto todos estão preocupados com o Bitcoin, o André identificou uma cripto que já está fazendo as gigantes comerem poeira. Hoje, ela é praticamente desconhecida. Mas vem se valorizando rapidamente, em tempo recorde. 

E já tem gente ganhando dinheiro com esse criptoativo. Sim, em um curtíssimo prazo, antes do resto das pessoas sequer saberem da existência dessa cripto… Para você ter uma ideia, só nesta primeira semana de julho, essa moeda valorizou mais de 100%. Sem contar que ela chegou a subir 56% em apenas 24 horas. 

Imagine só, você alcançar o lucro equivalente a 12 anos de renda fixa em apenas um dia?

É esse o potencial que a moeda que o André Franco identificou tem a oferecer para você. 

E se olharmos para ela desde sua origem, temos uma alta de 4.283%. Em apenas oito meses. Isso significa que quem colocou R$ 500 nessa moeda lá em novembro, agora tem mais de R$ 21.915.  

E o melhor de tudo: ainda dá tempo de você surfar os ganhos dessa moeda

Segundo o analista de criptomoedas da Empiricus, “a valorização que vimos até agora pode ser apenas o começo”. E ele tem motivos para estar tão confiante disso:

No dia 13 de julho, acontecerá um evento que vai impactar essa criptomoeda – e pode ter um grande impacto no seu bolso 

No dia 13 de julho, acontecerá um grande evento que pode ser um gatilho para que o preço da moeda suba rapidamente. 

E o André está confiante de que, com este evento, a cripto fora do radar que ele identificou tem um grande potencial para capturar essa grande alta. 

Ele acredita tanto nisso que até indicou esse ativo para os assinantes de sua carteira de criptomoedas, a Exponencial Coins. Ela já acumula um rendimento de +1300% de valorização desde sua origem e +75% do início de 2021 até agora.

Essa é uma oportunidade tão única que o André quer te ajudar a participar dela. O analista quer te contar qual evento será esse e te orientar a investir nessa cripto no momento certo, para que você, assim como os assinantes dele, consiga surfar a onda de lucros exponenciais que essa moeda pode entregar (para mais informações, clique aqui). 

Quer aproveitar os lucros que essa criptomoeda fora do radar pode entregar? O André Franco pode te ajudar a fazer isso 

André Franco, especialista em criptomoedas da Empiricus

Antes de tudo, é importante deixar claro que no mercado de criptoativos, o timing é crucial. Ainda mais quando falamos desta oportunidade em específico. Um evento com escala global, que pode movimentar muito dinheiro. E, de acordo com André Franco, quanto mais próximo da data do evento, maiores são as chances desse ativo se valorizar. 

Então, precisamos ser rápidos. Há uma janela de oportunidade bem pequena (e única) prevista para acontecer nos próximos dias. Por isso, é preciso agir agora, com as informações certas em mãos. 

Se você não quiser perder nenhum detalhe do que é preciso para se antecipar a este evento, o André Franco quer te explicar exatamente o que você precisa fazer. 

Para mais informações, basta se cadastrar aqui que o André te passará as coordenadas por e-mail. Se você quiser surfar a onda da próxima cripto em ascensão, recomendo não ficar de fora dessa.  

PARA SABER MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A CRIPTOMOEDA MAIS PROMISSORA DA ATUALIDADE , CLIQUE AQUI E SE INSCREVA