Conteúdo Empiricus

O fim da B3? Saiba como aproveitar a queda da B3 para buscar possíveis lucros

(Imagem: Tima Miroshnichenko / Pexels)

Nas últimas semanas, surgiram especulações de que uma nova Bolsa de Valores brasileira, concorrente da B3, poderia estar prestes a aparecer. 

A ideia dessa nova Bolsa surgiu depois da saída de José Berenguer do conselho de administração da companhia. Nele, o executivo era o único da XP Investimentos, corretora de valores brasileira.

Por conta disso, os papéis da B3 (B3SA3), que já registravam queda, sofreram um baque maior e caíram mais de 9% no mês de junho. Só em 2021, os papéis já registram baixa de aproximadamente 14%.

Mas esta queda não significa necessariamente o fim da B3. De acordo com o relatório do Safra, o estoque da B3 tem fundamentos sólidos, com forte geração de fluxo de caixa livre e boas perspectivas de volumes negociados para o futuro.

Ainda este mês, a ação da B3 já chegou a subir 7,75%, outro indício de que esta queda pode ser o momento oportuno para comprar ações da B3 por um preço menor e buscar possíveis lucros com ações de empresas consolidadas no mercado.

CONHEÇA JÁ AS MELHORES AÇÕES DA BOLSA

A fim de te ajudar na missão de investir em grandes empresas brasileiras, Max Bohm, sócio e analista da Empiricus, junto com sua equipe, estuda o mercado e ranqueia As Melhores Ações da Bolsa.

Nesta série do analista, você tem acesso imediato à Lista de Ações Outliers, empresas que tiveram um upside de mais de 1.000% em curto prazo.

Max Bohm já fez indicações com rentabilidade de 559%, multiplicando em quase 7 vezes o patrimônio de quem seguiu suas recomendações.

Clicando no botão abaixo agora, você garante seu acesso à série da maior casa de research independente do Brasil e conhece As Melhores Ações da Bolsa, por apenas 12x de R$ 7,50!

GARANTA SEU ACESSO À LISTA DE AÇÕES COM UPSIDE DE MAIS DE 1.000%