Conteúdo Empiricus

Saiba como fugir de apartamentos caros e minúsculos: essa estratégia ensina a comprar bons imóveis com média de 50% de desconto

11/05/2022 - 17:00
Esse especialista ensina pessoas comuns a encontrarem imóveis com ceca de 50% de desconto ou mais em um mercado praticamente desconhecido e muito vantajoso. Imagem: Getty Images

Está cada vez mais difícil encontrar um bom imóvel e com preço justo para morar. Os altos preços das casas e apartamentos, aliados à especulação imobiliária e corrosão da renda, inflacionaram os aluguéis e tem contribuído para que brasileiros vejam o sonho de conquistar a casa própria cada vez mais distante, principalmente nas grandes capitais.

Um exemplo disso é um anúncio que viralizou nas redes sociais há alguns meses. A oferta é de um apartamento para aluguel em São Paulo com apenas 16 m² (quase uma cela, equivalente a 4m x 4m), com banheiro na cozinha, por pouco mais de R$ 1.365 por mês, valor maior que salário mínimo nacional, que é de R$ 1.212,00

Reprodução/Twitter

Essa “oportunidade” reflete apenas uma dificuldade dos brasileiros quando se trata na busca por moradia decente por preço justo. Um estudo da plataforma de inteligência Urbit, feito em outubro de 2021, constatou que a família média brasileira tem grandes obstáculos na hora de adquirir uma propriedade para alugar, quanto mais para comprar. 

Segundo o levantamento, um casal que recebe 3.800 reais por mês, que é a renda média da cidade de São Paulo, teria que economizar 100% do salário por 23 anos para conseguir comprar um imóvel na cidade.

Dado que é impossível economizar 100% do salário, o estudo faz uma previsão diferente: se esse casal economizar 30% do salário, terá que trabalhar no mínimo 78 longos anos para pagar o apartamento. 

A verdade é que os preços excessivos fazem com que muitas pessoas passem a vida inteira sem conseguir um imóvel para chamar de seu.

Como se não bastasse, o IGP-M anual, que define o reajuste do aluguel, gira em torno de 30%, uma taxa que tem impedido muitas famílias de continuarem vivendo com dignidade, diminuindo seu padrão de vida apenas para continuarem morando onde estão.

Mas nem tudo está perdido. Isso porque algumas pessoas estão aproveitando uma brecha do mercado imobiliário que permite comprar casas e apartamentos a preços bem abaixo do valor de mercado, com descontos de 50%, 60% e até 80%

Além de sair do aluguel, essas pessoas estão conseguindo construir um patrimônio sólido com imóveis através de um mercado quase desconhecido, mas altamente vantajoso.

Talvez a maior referência nacional deste mercado seja Lerry Granville. Hoje empresário, investidor e comprador de mais de 300 imóveis, ele estava prestes a perder a casa própria por dívidas e atualmente, está finalizando transações nas quais obtém imóveis a preços bem abaixo do seu valor de mercado – e lucra com a venda ou aluguel desses imóveis. Veja um exemplo recente:

  • Imóvel: terreno em Porto Alegre (RS)
  • Valor de venda do terreno: R$ 78,5 mil;
  • Valor pago por Granville: R$ 29,05 mil;
  • Lucro: 170% (R$ 49,45 mil).

Fonte: Divulgação/Youtube/Lerry Granville

A jornada de Lerry Granville chama a atenção porque vai contra a maré que costuma puxar a maioria dos brasileiros: enquanto muita gente trabalha a vida toda para conseguir comprar um imóvel, Granville fez do setor imobiliário sua fonte de renda começando negativado. 

APRENDA A COMPRAR IMÓVEIS COM ATÉ 80% DE DESCONTO

De endividado a milionário: como Granville construiu seu patrimônio comprando imóveis a ‘preço de banana’

Em 2003, Lerry Granville estava falido. As dívidas dele somavam R$ 1 milhão e incluíam a perda do carro e judicialização do próprio apartamento, que foi a leilão. Para não se enrolar em uma “bola de neve”, ele trabalhou  em diferentes áreas: porteiro, motorista, garçom, pedreiro, na esperança de conseguir juntar uma grana e restaurar os bens perdidos.

Retrato de Lerry Granville trabalhando como servente de pedreiro. Divulgação/Lerry Granville/Seu Dinheiro

Além disso, incapaz de contratar um advogado, Granville decidiu acompanhar por conta própria o processo de leilão de seu apartamento. Ele conversava com autoridades e especialistas todos os dias, pesquisou e aprendeu até mudar uma pequena chave em sua cabeça.

Durante esse processo, o empresário se deparou com uma oportunidade. Assim como aconteceria com seu apartamento, ele descobriu que havia milhares de propriedades sendo leiloadas todos os dias e vendidas a preços irrisórios para pagar as dívidas dos antigos proprietários.

Tratava-se de um mercado pouquíssimo conhecido e com quase nenhuma informação disponível. E esse é, inclusive, o motivo de muitas pessoas que ficam receosas com o mercado de leilões até hoje: acham que é algo muito burocrático e que só é possível tirar proveito se tiver muito dinheiro no bolso.

Mas Granville provou que nada disso é verdade. Ele se especializou e, 20 anos depois, já foi responsável por negociar mais de 300 imóveis, é multimilionário e tutor de centenas de interessados ​​em comprar imóveis com desconto, sendo que mais de 50 deles já fecharam negócios que somam mais de R$ 1 milhão, todos começando do zero.

Como entrar para esse mercado mesmo sem ter muito dinheiro para começar?

Embora as propriedades por menos da metade do preço sejam atraentes, o valor a ser pago ainda é uma barreira de entrada deste mercado. Imagine, por exemplo, um apartamento no valor de R$ 400 mil sendo leiloado por R$ 200 mil. 

A oportunidade é boa, mas exige mesmo assim que o investidor invista uma quantia significativa de dinheiro. Então como Granville conseguiu fazer isso devendo? 

Segundo ele, existem 3 formas para que um investidor novo e sem capital suficiente entre no mercado de leilões:

  • Conseguindo empréstimos com taxas de juros baixas, inferiores ao retorno dos leilões;
  • Entrar em leilões parciais, comprando apenas fatias dos imóveis ofertados;
  • Tornar-se um assessor de arrematação, ajudando investidores e ganhando comissões por isso (cerca de 10% do lucro), antes de arrematar os próprios imóveis.

SAIBA COMO É POSSÍVEL GANHAR DINHEIRO COM IMÓVEIS DE LEILÃO MESMO SEM TER TODO O CAPITAL PARA INVESTIR

Granville já formou 50 milionários com a mentoria dele sobre leilões de imóveis; você pode ser o próximo

Se esse mercado é uma “mina de ouro”, assim como diz Granville, ele deveria estar saturado à essa altura, não concorda? No entanto, não é essa a realidade do mercado de leilões de imóveis. 

A verdade é que, na maioria das vezes, os leilões estão vazios. E até mesmo aqueles que são realizados pela internet passam em branco, sem receber nenhum lance. E isso acontece por três motivos:

  • Os leilões são mal divulgados;
  • Existem muitas dúvidas e poucas explicações sobre o processo – e as pessoas costumam ficar com receio das possíveis burocracias;
  • Quem sabe ganhar dinheiro com isso não costuma revelar o segredo.

É uma pena, porque além desse mercado oferecer retornos bem acima da média, é estável e perene. E o risco é praticamente limitado a quem não sabe o que está fazendo. 

Granville, por exemplo, cometeu muitos erros quando era iniciante, mas agora, após 14 anos de experiência, aprendeu a reconhecer os “filés” no mercado e desenvolveu uma metodologia para negociar o imóvel da forma mais simples possível.

A boa notícia é que todo ano, ele abre uma turma com vários alunos para ensinar suas técnicas de arremate de imóveis. Muitas pessoas acabam comprando seu primeiro imóvel ao final do curso, mesmo sem capital relevante para investir. 

Reprodução/Instagram/Lerry Granville

Segundo Granville, centenas de alunos já fizeram arrematações de bons imóveis, e pelo menos 50 deles já negociaram valores superiores a 1 milhão de reais. Esses novos especialistas aprenderam uma metodologia eficaz e comprovada em campo, baseada nas seguintes abordagens:

  • Comprar imóveis de leilão sem conhecimento prévio;
  • Conhecer os imbróglios da Justiça;
  • Comprar imóveis com até 80% de desconto;
  • Investir sem ter todo o dinheiro em mãos;
  • Analisar editais;
  • Desembaraçar e desocupar bens;
  • Evitar erros de iniciantes.

É claro que, no início, não foi fácil. Granville precisou trabalhar duro para adquirir esse conhecimento e agora, quer compartilhar toda sua experiência e o que sabe com as pessoas, para que tenham a mesma oportunidade de mudar de vida. 

Ao mesmo tempo, ele também precisa de assistentes de leilões para o seu próprio negócio. Vários alunos apresentam resultados comprovados. Em outras palavras, é uma relação ganha-ganha. 

Aulas gratuitas, indicação de imóveis ‘premium’ e mentoria completa; saiba como participar 

A próxima turma da mentoria de leilões de imóveis está com as inscrições abertas e as quatro primeiras aulas serão liberadas gratuitamente para os interessados em conhecer melhor o mercado de leilões e o conteúdo oferecido por Granville. 

Para quem gostar do conteúdo gratuito e tiver interesse em provar mais desse mercado, pode optar pela mentoria completa, que inclui todas as técnicas desenvolvidas por Granville, além de noções sobre como funciona o mercado com uma lista premium de apartamentos, prédios comerciais, casas e terrenos selecionados exclusivamente pelo especialista. 

 Clicando no botão abaixo, você pode acessar a página de inscrição para as quatro primeiras aulas gratuitas e ver se este projeto faz sentido para a sua vida:

[INSCRIÇÃO GRATUITA] QUERO ACESSAR AS 4 PRIMEIRAS AULAS DA MENTORIA DE LEILÕES DE IMÓVEIS