Cooperados do RS securitizam ativos e captam R$ 65 milhões no mercado de capitais

17/06/2021 - 10:48
Trigo Commodities Agronegócio
Futuras operações com trigo em cooperativa gaúcha, entre outras culturas, serão financiadas com recursos de CRA

Os produtores rurais da Cotribá acabam de captar R$ 65 milhões com a emissão de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA).

No total da captação (encerrada) estruturada pela Ecoagro e distribuída sob coordenação do Banco Industrial do Brasil (BIB), 129 participantes de cooperativa gaúcha de Ibirubá destinarão os recursos para a financiamento de insumos para as próximas safras.

A operação desta 86ª emissão da Ecoagro, com prazo de três anos, é lastreada por Cédulas de Produto Rural Financeira (CPRF), emitidas pelos produtores desta que é considerada a cooperativa mais antiga do Brasil, com 110 anos.

“A inovação e a tecnologia é marca da Cotribá, que buscou viabilizar esta operação inédita no cooperativismo gaúcho”, destaca Celso Krug, presidente da cooperativa que recebe, armazena e comercializa soja, trigo, milho, cevada, aveia e canola, além de trabalhar com insumos e sementes.

Essa alternativa de crédito via securitização, geralmente respaldada pela credibilidade dos agentes envolvidos, “tem contribuído para a democratização do crédito, fortalecendo a relação entre o mercado de capitais e o sistema cooperativo de produção”, complementa Moarcir Teixeira, CEO da Ecoagro.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 17/06/2021 - 11:02

Pela Web