Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Arezzo soube usar a tecnologia a seu favor e deve sair fortalecida da crise do coronavírus

16/04/2020 - 15:47
Arezzo
A varejista criou o “vendedor digital”, onde funcionários recebem códigos pessoais para vender os produtos usando suas próprias contas de mídia social e ganham uma comissão de 20% sobre as vendas (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

Os efeitos do coronavírus não chegaram até as plataformas digitais da Arezzo (ARZZ3). É possível até dizer que eles aceleraram o desempenho das vendas no e-commerce, uma vez que a empresa reportou aumento de 40% do canal no primeiro trimestre e quase dobrou de tamanho nas primeiras duas semanas de abril.

Em uma videoconferência, a empresa atribuiu tamanho sucesso aos esforços digitais que vem realizando nos últimos tempos, utilizando as mídias sociais para engajar os consumidores e alinhando a estratégia multicanal com os interesses dos franqueados.

Segundo a equipe de análise do Santander (SANB11), a cultura da Arezzo faz toda a diferença durante a crise. A varejista criou, por exemplo, o “vendedor digital”, onde funcionários recebem códigos pessoais para vender os produtos usando suas próprias contas de mídia social e ganham uma comissão de 20% sobre as vendas.

A empresa também tem se envolvido em várias causas sociais, doando 10 mil tênis para profissionais da saúde e criando parcerias com fornecedores para fabricar e distribuir máscaras e suprimentos médicos a hospitais.

“Em nossa opinião, essas iniciativas devem ajudar a aumentar a conscientização sobre as marcas da Arezzo e promover uma visão positiva delas como socialmente conscientes, aumentando o valor da marca a longo prazo”, afirmou o banco.

Arezzo
Com a crise, a Arezzo precisou acelerar suas operações online, medida que garantiu um resultado positivo no tráfego orgânico da plataforma digital (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

Em relatório divulgado ontem (15), os analistas do Itaú BBA destacaram que o uso da tecnologia não é uma novidade para a companhia, que iniciou seu processo de transformação digital três anos atrás. Em 2019, o comércio eletrônico já representava 12% das vendas totais da empresa – o maior percentual entre as companhias de varejo sob cobertura da corretora.

Com a crise, a Arezzo precisou acelerar suas operações online, medida que garantiu um resultado positivo no tráfego orgânico da plataforma digital.

“Nós vemos esse processo como algo muito importante para o curto prazo, pois pode reduzir parcialmente o impacto negativo das vendas e do inventário das cadeias de lojas do grupo”, disse o Itaú BBA. “No longo prazo, acreditamos que essa tendência fortalecerá a posição de liderança da Arezzo”.

O Itaú BBA manteve a recomendação de market perform (em linha com a média do mercado), mas pretende revisitar o modelo assim que possível. O preço-justo indicado é de R$ 67.

O Santander recomendou a manutenção do papel, com preço-alvo de R$ 65.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 16/04/2020 - 17:48