Cota da Rússia gera potencial de exportação de mais de US$ 200 mi, diz ABPA

25/11/2021 - 13:40
Suinos
A Rússia vem incrementando a importação de carne suína do Brasil este ano. Enquanto em 2020 as exportações ficaram em apenas 100 toneladas nos 10 primeiros meses (Imagem: Pixabay)

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) estima que a cota disponibilizada pela Rússia de importação de 100 mil toneladas de carne suína tem potencial de gerar exportações ao país de mais US$ 200 milhões.

A entidade diz que o valor considera o atual preço médio de importações para o mercado russo e lembra que a cota pode ser acessada por todas as nações habilitadas a abastecer o mercado russo.

A ABPA festejou o anúncio, pelo Rosselkhoznadzor (órgão sanitário da Rússia), da habilitação de nove unidades exportadoras de carne suína do Brasil, aumentando de 4 para 13 o número de plantas habilitadas para o mercado.

“A Rússia vem incrementando a importação de carne suína do Brasil este ano. Enquanto em 2020 as exportações ficaram em apenas 100 toneladas nos 10 primeiros meses, em 2021 os embarques alcançaram até aqui 3,8 mil toneladas, gerando receita de US$ 10,3 milhões”, disse em nota o presidente da ABPA, Ricardo Santin. “Com a expansão do número de plantas e a cota oportunizada pelo governo russo, esperamos um crescimento ainda mais expressivo nos próximos anos. Esta é mais uma ampliação de mercado que resultou diretamente do trabalho liderado pela Ministra Tereza Cristina e sua equipe.”

Última atualização por André Luiz - 25/11/2021 - 13:58

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web