Cotações dos óleos dão tração à soja, mas limitada pela cautela com clima nos EUA

14/07/2021 - 10:21
Oléo de soja
Óleo alimentício fortalece o grão de soja, inclusive pela oferta mais ajustada de óleo de canola (Imagem: REUTERS/Enrique Marcarian)

O óleo de canola volta a subir (2,93), atrai um pouco mais óleo de soja (0,19%), que dá tração aos futuros do grão. O movimento, porém, está cauteloso nesta quarta (13), apesar de um leve aumento nas cotações de Chicago desde mais cedo.

Os vencimento de agosto e setembro avançam de 14 a 11 pontos, mas o novembro ainda esta abaixo dos US$ 14 o bushel, com elevação de 9 pontos, em torno de 0,70%, às 10h15 (Brasília).

O clima ainda permanece mapeando o andamento. As temperaturas se apresentam mais quentes em algumas áreas dos Estados Unidos, como nas Dakotas e Minnesota, enquanto em outras a situação está mais favorável, de acordo com o NOAA, a agência federal meteorológica.

Nessa divisão, os operadores ficam mais cautelosos, ainda mais que no relatório da segunda (12), o USDA não trouxe novidades sobre os índices de qualidade das lavouras, ficando em 59% entre boas e excelentes em relação ao anterior.

E como o plantio este ano foi mais acelerado, a floração já está alcançando 50% e subindo dos 10% em formação de vagens, o que indica que agosto será crucial para se definir a produtividade.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 14/07/2021 - 10:29

Cotações Crypto
Pela Web