Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Covid-19 altera regras imobiliárias de NY e ameaça porteiros

07/07/2020 - 14:01
Segurança
Os porteiros ajustaram suas práticas durante a pandemia para manter as casas seguras e prestam um serviço valioso que os moradores apreciam, disse John Santos, chefe da divisão residencial de Nova York (Imagem: Pixabay)

Os porteiros são há muito tempo um tesouro valioso na cidade de Nova York – cumprimentam os hóspedes, recebem entregas e chamam táxis.

Mas a pandemia está derrubando as regras imobiliárias na cidade. Com moradores evitando elevadores e encontros cara a cara no saguão, alguns compradores em potencial agora veem os porteiros como um risco.

Enquanto isso, os apartamentos no térreo, tipicamente evitados por sua proximidade com o barulho e o caos da rua, estão subitamente na moda.

As novas atitudes em relação aos porteiros surgiram recentemente quando dois compradores em potencial entraram em contato com Mike Lubin, corretor da Brown Harris Stevens.

Um deles queria um apartamento de menos de US$ 1 milhão no Upper East Side. O outro estava procurando uma propriedade de US$ 4 milhões em Tribeca.

Os dois compradores tinham uma coisa em comum: nenhum dos dois queria um porteiro. Mike não está acostumado a esse tipo de pedido, mas entende a mentalidade.

“Um porteiro está se colocando em risco o tempo todo”, disse. “Porteiros são ímãs.”

Os porteiros ajustaram suas práticas durante a pandemia para manter as casas seguras e prestam um serviço valioso que os moradores apreciam, disse John Santos, chefe da divisão residencial de Nova York do sindicato dos trabalhadores do setor.

Alterações nas ofertas

Os apartamentos no térreo estão ganhando preferência porque são como uma fuga de elevadores e lobbies, onde os germes podem se espalhar.

Samantha Rose Frith, agente da Warburg Realty, não se preocupou em mencionar que um apartamento na 779 Riverside Drive possui uma segunda entrada no nível da rua quando listou a propriedade no final de fevereiro.

Samantha alterou a descrição do imóvel para mencionar a entrada em maio e o vendedor aceitou recentemente uma oferta.

A pandemia ampliou outras preferências imobiliárias em Nova York. O espaço ao ar livre é ainda mais premium agora, e as pessoas estão cada vez mais procurando apartamentos com lavanderia na unidade.

A era do trabalho em casa, que eliminou os deslocamentos de muitos trabalhadores aos escritórios, também tem feito com que mais inquilinos procurem imóveis no Brooklyn e Queens, distantes das áreas caras na parte central de Manhattan e onde o espaço é mais acessível, de acordo com Nancy Wu, economista da StreetEasy.

A primeira coisa que os compradores perguntam é sobre o espaço aberto privado, de acordo com Greg Kyroglou, corretor da Modern Spaces.

Uma de suas ofertas em Long Island City, com um quintal, tem recebido seis vezes mais interesse do que uma similar ao lado, que não tem área externa.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 07/07/2020 - 14:01